Íris dos olhos pode ajudar a detectar doenças diversas

O conceito em diagnosticar as condições gerais da saúde de uma pessoa pode ser feita através da íris que é a parte mais visível (e colorida) do olho de vertebrados, através da iridologia, iridodiagnose ou irisdiagnose. É uma forma de diagnose na qual a análise de padrões, cores e outras características (da íris) permite que se conheçam as condições gerais de saúde baseada na suposição de que alterações na íris refletem doenças específicas em órgãos.

Em razão disso a professora Liliene Ferrandini, estará ministrando curso sobre esse assunto em Botucatu entre os dias 4 e 5 de maio (sábado e domingo, das 9 ? s 18 horas). O curso de Iridologia será ministrado na Clínica Crescer, na Rua Manoel da Silva, nº 280, na Vila Carmelo (fone – 3882-4817).

De acordo com a psicóloga Eliete Trombini, os praticantes dessa técnica utilizam-se de técnicas que dividem a íris em zonas que estão relacionadas a porções específicas do corpo humano. “É a oportunidade para todos os interessados em conhecer e utilizar a profunda ciência de avaliação da íris em benefício da saúde, recuperação do equilíbrio humano e autoconhecimento”, enumera Eliete.

Sabendo quais os órgãos mais fracos, continua Eliete, o iridólogo indica a pessoa para o médico especialista que cuida de determinado problema. “Indica, ainda, para outros profissionais da área da saúde como, por exemplo, nutricionistas, fisioterapeutas, naturólogos, dentistas, psicólogos, educadores físicos, entre outros”, concluiu.