Inauguração do PS da Unesp recebe dezenas de autoridades

Cerca de 40 cidades da região, e autoridades municipais como o prefeito João Cury, o vice Antônio Luiz Caldas Junior e o presidente da Câmara Municipal Reinaldo Moreira Mendonça, estiveram representadas na manhã desta segunda-feira na inauguração oficial das novas instalações do Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas, vinculado ? Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp.

O cerimonial contou também com a presença do Secretário Estadual da Saúde, Dr. Luiz Roberto Barradas Barata; Emílio Carlos Curcelli, superintendente do HC da Unesp; Sérgio Swain Müller, diretor da Faculdade de Medicina de Botucatu (FMB); entre outras autoridades unespiana que se fizeram presentes.

Para este novo departamento do HC foram investidos R$ 2 milhões, sendo que R$ 1,5 mi é proveniente de recursos do Ministério da Saúde, através de emendas do deputado federal Milton Monti (PR), que também esteve presente e recebeu homenagem das mãos de Sérgio Swain Müller, diretor da Faculdade de Medicina de Botucatu. A Unesp ficou responsável por mais de R$ 300 mil em contrapartida. A estrutura construída é de 2.279m² com divisão em dois pavimentos.

{n}O novo PS{/n}

A assessoria de imprensa da Unesp, através dos jornalistas Leandro Rocha e Flávio Fogueral, elaborou um documento onde mostra como foi projetado o novo PS que tem na logística de atendimento o diferencial. As instalações serão divididas por alas conforme a gravidade do paciente.

Ao todo serão quatro setores que contemplarão casos considerados de maior urgência (ala vermelha); ocorrências em observação e pacientes que aguardam atendimento especializado (ala amarela); usuários que necessitam de cuidados intermediários (ala verde) e aqueles com menor gravidade (ala azul). Outra característica do novo PS será a separação do atendimento infantil.

Para que esta logística seja possível, serão instaladas no prédio, salas de acolhimento, emergências, procedimentos especiais invasivos, de estabilização, de utilidades, de higienização, procedimentos médicos e de enfermagem. O espaço abrigará ainda áreas pediátrica, obstétrica, ortopédica, instalações sanitárias e privilegiará espaços para acompanhante dos pacientes.

Algumas mudanças no atendimento ? população serão instituídas com o novo PS. Diferentemente do que ocorre atualmente, a unidade receberá pacientes encaminhados por unidades de saúde ou hospitais. Foram realizadas, em 2009, mais de 105 mil consultas no Pronto-Socorro. Até junho deste ano, a unidade efetuou número superior a 37 mil atendimentos.

O Professor Emílio Carlos Curcelli, superintendente do Hospital das Clínicas, ressalta que a obra beneficiará a região já que o HC é referência em assistência ? saúde. “Nossa área de abrangência aumentou e o PS continuou com a mesma estrutura por anos. Com o novo prédio, o atendimento será feito de forma mais digna tanto para as pessoas que são atendidas quanto aos profissionais que irão prestar seus serviços no local”, ressalta.

O primeiro serviço a ser transferido para o novo local é a UTI do PS, que desde 9 de junho já recebe pacientes em suas novas dependências. Outra novidade a ser observada não estará na estrutura, mas sim na qualidade da assistência prestada.

Uma empresa certificadora de qualidade hospitalar fará visita, ainda esta semana, ? s UTIs para identificar, em conjunto com a equipe local, os prováveis pontos a serem estabelecidos processos de melhoria. Serão avaliados o ambiente, infra-estrutura, fluxo de atendimento, protocolo de assistência, procedimentos operacionais padrão, entre outros.

{n}Atual PS servirá de suporte {/n}

O atual Pronto Socorro passará por readequação em sua estrutura e acomodará novos serviços antes alocados em pontos diversos do hospital. A intenção é que ocorra retaguarda ? nova unidade, principalmente na área assistencial. Um dos casos será a endoscopia, que deixará de atender próximo ao Centro Cirúrgico e ocupará uma ala do PS. Há ainda a intenção da direção do HC em criar um Hospital Dia Clínico no local.

Outra modificação será o acolhimento aos pacientes, que passará por reforma e oferecerá maior conforto aos usuários. Já a Cirurgia Ambulatorial, prevista para continuar no atual PS, deve ocupar cinco leitos do Centro Cirúrgico do HC. Todas as modificações devem ocorrer nos próximos meses.

Por: Quico Cuter
Fotos: Valéria Cuter