Hospital do Câncer dá importante passo à sua viabilização

A Associação Oncológica Santo Agostinho (ASA), que já conta com CNPJ, para receber doações para que seja construído em Botucatu o Hospital do Câncer nos mesmos moldes do hospital de Barretos, que é considerado referência em atendimento e atende centenas de pessoas todos os meses.

Vários médicos da Unesp e profissionais liberais estão engajados nesse projeto assim como o prefeito João Cury, Câmara de Vereadores, empresários e o Arcebispo Emérito de Botucatu, Dom Antônio Maria Mucciolo. O escritor Francisco Marins, em nome da família, fez a doação de um terreno de 12 mil metros quadrados, para que o hospital seja construído. Essa área fica no Bairro Vale do Sol.

Duas reuniões já ocorreram em Botucatu, onde foi discutida a necessidade de se construir esse hospital para atendimento regional, em razão da enorme ocorrência da doença e óbitos, com características da mais moderna tecnologia internacional para diagnósticos preventivos. Uma dessas reuniões contou com a presença de Henrique Prata, diretor do Hospital do Câncer de Barretos, que fez uma explanação geral do funcionamento do hospital daquela cidade.

“Lançamos a semente para que esse projeto seja viabilizado e atenda a demanda da nossa região. Esse amplo terreno doado foi o decisivo passo para que esse hospital, que será gerido pela Unesp, venha a ser construído com ajuda de recursos nos setores públicos e privados”, salientou o médico Roberto Sogayar, um dos diretores da Associação.

Para colaborar com o Hospital do Câncer, o interessado deve procurar qualquer agência bancária e Casas Lotéricas e depositar em duas contas: Banco Santander – agência 0039, conta 13-007123-3; ou Banco Itaú agência 0223, conta 66.244-6. Maiores informações poderão ser obtidas na sede da Associação Oncológica Santo Agostinho, na Rua Augusto Ceriliane, nº 373 – Vale do Sol; através dos telefones (14) 3814-0837 e 3813-5198 ou pelo e-mail: asagostinho@lpnet.com.br

Fotos: David Devidé