Hospital das Clínicas é referência no Estado para tratamento e diagnóstico de hipertensão pulmonar

Doença sobrecarrega coração dos portadores, podendo levar a complicações mais graves.

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) é um dos centros de referência no Estado de São Paulo para o diagnóstico e tratamento da hipertensão pulmonar, uma condição em que a pressão arterial é anormalmente alta nas artérias dos pulmões.

A hipertensão pulmonar é uma doença relativamente rara. O problema costuma sobrecarregar o lado direito do coração dos portadores, podendo levar a complicações mais graves de saúde. O diagnóstico é feito por cateterismo cardíaco.

O pneumologista do HCFMB Dr. Hugo Hyung Bok Yoo explica que as causas da hipertensão pulmonar são muitas. “Podem ser hereditárias ou associadas a várias condições, como doenças do coração, enfisema e fibrose pulmonar, embolia pulmonar, AIDS, doenças dos rins, doenças do fígado, esquistossomose, entre outras. O sintoma mais comum da hipertensão pulmonar é a falta de ar”, explica.

O Ambulatório Especializado de Pneumologia do HCFMB atende uma média de 40 pacientes por mês com hipertensão pulmonar. Dr. Hugo afirma que, além do hospital ser referência no diagnóstico e tratamento da doença, fornece também os medicamentos de alto custo, chamados de vasodilatadores específicos. “O objetivo do tratamento é controlar os sintomas e prevenir danos aos pulmões. É importante tratar não só as doenças que possam estar relacionadas à hipertensão pulmonar, mas também distúrbios de válvulas cardíacas”, diz.

A melhor forma de prevenção da hipertensão pulmonar é evitar adquirir doenças que estão associadas a ela, como as que atingem o coração, o pulmão, os rins e as infectocontagiosas, como AIDS e esquistossomose. “Ter uma vida saudável, com atividades físicas regulares, alimentação saudável, não fumar e não ingerir bebidas alcoólicas, salvo em ocasiões comemorativas e sempre com moderação são as melhores opções nesse caso”, finaliza Dr. Hugo

Vivian Abilio – Assessoria de Imprensa do HCFMB via 4toques Comunicação