Homocentro do HC cria horário especial de coleta

De acordo com David Fagundes, Coordenador de Comunicação Imprensa e Marketing do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina de Botucatu, o  Hemocentro, além dos horários de segunda à sexta-feira das 7h30 às 16h30 e aos sábados das 7 às 13 horas, nos meses de novembro e dezembro atenderá todas  às quartas-feiras  das 18 às 21 horas para que seja suprida a demanda de sangue que sempre é necessária devido ao final de ano; época de festas e férias, em que os estoques diminuem drasticamente. Em caso de dúvidas o contato pode ser feito diretamente através do doesangue@fmb.unesp.br  .

O Hemocentro que está em estado de alerta neste final de ano fornece sangue não apenas para os pacientes do HC, mas também, para outras 31 cidades da região que, semanalmente, vêm até Botucatu para buscar sangue. Mesmo funcionando durante toda a semana e até aos sábados, o número de doadores segue baixo. Por isso idealizado um horário alternativo para dar suporte ao estoque.

Embora o serviço esteja apto a receber 130 doadores num único dia, diariamente são captadas menos da metade desse montante, que é insuficiente para atender a demanda de 60 bolsas ao dia. A quantidade de bolsas também se torna insignificativa em períodos específicos do ano. Por isso, o Hemocentro está fazendo um apelo para estimular o hábito de ser doador.

 

Hospital do Bairro

Vale lembrar que o vereador  João Elias (SDD) apresentou um projeto de lei aprovado pela unanimidade dos demais legisladores que sugere um novo ponto para doação de sangue na cidade . O pedido direcionado ao Hemocentro do Hospital das Clínicas, é que seja montada uma unidade para doação de sangue em Botucatu.

O local apontado como sendo ideal, para o vereador, é o Hospital do Bairro. “Existe uma necessidade constante de se aumentar os estoques de bolsas e creio que facilitando o acesso da população, esse objetivo pode ser atingido mais facilmente. Muitos doadores têm dificuldades de se dirigirem até o Hemocentro, seja pela distância, tempo ou até mesmo pelo custo. Ao mesmo tempo em que temos o Hospital do Bairro com toda estrutura, pronta para receber uma sala para coleta”, comentou Elias.