Governador inaugura novo Hospital em Botucatu

Com previsão da presença da comitiva do governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, será inaugurado na próxima terça-feira (22) o Hospital Estadual de Botucatu, que será administrado pela Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB), através do Hospital das Clínicas (HC), com apoio da Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar (Famesp). Alckmin será recepcionado pelo prefeito João Cury Neto e autoridades de Botucatu e de outras cidades da região.

Unidade foi construída na Avenida Ítalo Bacchi, Jardim Aeroporto, em área do Hospital Estadual Cantídio de Moura Campos. Previsão é que o hospital em funcionamento deverá suprir a atual carência regional na assistência de casos de média complexidade. No espaço estão alocados 76 leitos, Centro Cirúrgico, Sala de Observação, Sala de Espera, Consultórios e Raio X, além de almoxarifado, laboratórios, arquivo morto, vestiários, setor de informática e necrotério.

Já a cozinha e lavanderia antes usadas pelo Cantídio passaram pelo processo de reforma em suas estruturas sendo trocados pisos, telhados, fiação elétrica e colocados sistema de ar condicionado e de exaustão. Todos os 10mil m² de obra foram construídos seguindo as mais atuais normas e legislações ambientais, biológicas e sanitárias. O investimento foi de mais de R$ 33 milhões e deverá ser referência para o atendimento secundário na saúde, desafogando assim o fluxo de demandas do Hospital das Clínicas.

A expectativa do novo hospital estadual é atender 6 mil pessoas, em média, anualmente. A assistência ao usuário será em sistema de concordância entre o Hospital das Clínicas (HC). Voltado ao atendimento de média complexidade, a nova unidade dará suporte ao HC ao oferecer desde cirurgias até a partos. Nesta primeira etapa de funcionamento o atendimento será feito por 236 servidores vinculados ao Hospital das Clínicas, sendo 86 médicos e 170 funcionários entre cargos administrativos e específicos.