FMB/Unesp é premiada em Congresso de Neurocirurgia

A Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB) marcou presença no X Congresso de Neurocirurgia do Estado de São Paulo, popularmente conhecido como Neurão. Um trabalho desenvolvido pela equipe da neurocirurgia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB), em parceria com a Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ), foi premiado com o segundo lugar no evento, realizado em São Paulo.

O trabalho intitulado Inoculação de "Taenia crassiceps no espaço subaracnóideo de ratos simula a hidrocefalia induzida por neurocisticercose" (Taenia crassiceps injection into the subarachnoid space of rats simulates neurocysticercosis-induced hydrocephalus) abordou de forma prática a inoculação do parasita Taenia crassiceps (semelhante a Taenia solium) no espaço meníngeo (intracraniano) de ratos.

 “Como resultado, tivemos achados muito parecidos com o da doença humana, a neurocisticercose”, explica o neurocirurgião do HCFMB Pedro T. Hamamoto. O experimento foi realizado com o objetivo de tentar criar um modelo de experimentação animal da doença – modelo que pode ser útil para a tentativa de novos tratamentos.

A cisticercose é uma doença em que o homem ingere ovos do parasita e a larva se instala no sistema nervoso, podendo levar o paciente a ter epilepsia, AVCs, meningite, hidrocefalia e hipertensão intracraniana. “Quando há hidrocefalia (acúmulo de líquido dentro do cérebro), o tratamento é difícil e há alto risco de morte. Trata-se de uma situação desafiadora para neurologistas e neurocirurgiões”, destaca Hamamoto.

“A premiação representa mais um reconhecimento da qualidade do Programa de Pós-Graduação (PG) em Bases Gerais da Cirurgia da FMB, um programa pioneiro na área de cirurgia experimental no Brasil. A premiação também pode ser considerada um reconhecimento da Faculdade em sua experiência no tratamento de pacientes com neurocisticercose”, finaliza Pedro Hamamoto.

 

Estudo

O trabalho é resultado de uma dissertação de mestrado do neurocirurgião do HCFMB Pedro T. Hamamoto, sob orientação do professor da FMB Marco Antônio Zanini. A parceria com a FMVZ se dá em razão da participação do professor Germano Francisco Biondi, do Departamento de Higiene Veterinária e Saúde Pública, que tinha amostras desse parasita (Taenia crassiceps).

Por outro lado, para verificar o sucesso do modelo experimental, era necessário realizar ressonância magnética nos animais, o que foi possível graças ao Departamento de Reprodução Animal e Radiologia Veterinária, coordenado pelo professor Luiz Carlos Vulcano (foto).

Os responsáveis pelo trabalho são: Pedro Tadao Hamamoto Filho (neurocirurgião do HCFMB), Rodrigo Bazan (neurologista e docente da FMB), Germano Francisco Biondi (docente da FMVZ), Luiz Carlos Vulcano (docente da FMVZ), e Marco Antônio Zanini (neurocirurgião e docente da FMB).