Feira da Saúde leva serviços e orientação à população

A Prefeitura de Botucatu, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, promoveu neste sábado (7), na Praça Comendador Emílio Peduti (Bosque), região central da cidade, a terceira edição da Feira da Saúde.

As atividades se iniciaram às 9 horas e seguiram até o final da tarde. A feira teve o objetivo de despertar a consciência da população sobre fatores de prevenção, orientação e informação sobre saúde e serviços prestados no Sistema Municipal de Saúde, que inclui, principalmente, as Unidades Municipais de Saúde.

Foram armadas tendas com equipes de profissionais da área da saúde que além de muita informação, prestaram serviços a quem esteve de passagem pela Praça do Bosque. A Vigilância Epidemiológica, por exemplo, ofereceu vacina contra a Influenza (gripe) para idosos com 60 anos de idade ou mais, crianças na faixa etária de seis meses a dois anos e gestantes. Testes de glicemia e aferição da pressão arterial também estiveram à disposição do público.

Fisioterapeutas realizaram sessões de massagem gratuitas ao público. Profissionais de educação física da Associação do Bem-Estar (Abem) proferiu conselhos sobre caminhadas, exercícios físicos e como verificar a frequência cardíaca.

A Vigilância Ambiental em Saúde fez orientações sobre os cuidados que devem ser tomados para a não proliferação do mosquito transmissor da dengue, enquanto que a Vigilância Sanitária, além de explicar os cuidados com a segurança alimentar, também tirou dúvidas sobre licença de funcionamento de estabelecimentos comerciais, atendimento a possíveis reclamações ou denuncias e demonstrou como deve ser feita a limpeza correta da caixa d’água.

Uma equipe realizou orientações sobre escovação e demais precauções a serem tomadas em relação à saúde bucal. O ônibus do projeto “Sorriso da Gente” também esteve ao lado da Praça do Bosque, com profissionais que fizeram atendimentos e encaminhamentos odontológicos gratuitos a crianças e adultos.

A Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com a Companhia Paulista de Artes, também montaram um “túnel das sensações”, um verdadeiro labirinto instalado em uma grande tenda, onde o público, sempre em dupla, entrou em várias estações. Em cada uma delas, as pessoas foram convidadas a uma sensação diferente, relacionada aos sentidos do corpo humano (tato, audição, olfato, visão e paladar), sempre com foco na prevenção das DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis) e aids.

O Ceatox (Centro de Toxicologia da Unesp) também esteve presente na feira com exposição e informativos sobre os efeitos das drogas no organismo. Equipes do Programa Municipal de Saúde Mental, do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), e da Farmácia Popular tiveram espaço reservado para informar a população sobre os serviços oferecidos pelos mesmos na área da saúde.

A feira também contou com um espaço cultural, com apresentações de teatro, música e dança com alusão a vários assuntos relacionados à saúde. “Foi uma oportunidade de promovermos a saúde, conscientizar e estimular a população sobre a prevenção das doenças, que é trabalhada incisivamente por nossas equipes das Unidades Básica de Saúde. Dentro do Sistema Único de Saúde esse trabalho é vital para que não sobrecarreguemos nossos Pronto Socorros, que devem dar prioridade aos casos de saúde mais graves”, salientou o vice-prefeito e secretário municipal de Saúde, Antonio Luiz Caldas Júnior.

Fotos: Valéria Cuter

{bimg: 22529:alt=interna1:bimg}