Entidades formam tríplice aliança para administrar a Misericórdia

Associação Misericórdia Botucatuense, Cooperativa de Trabalho Médico – Unimed e Fundação Para o Desenvolvimento Médico e Hospital – Famesp. São essas as três entidades que irão assumir a administração do Hospital Misericórdia de Botucatu, que está passando por uma série crise financeira.

Em comunicado conjunto as entidades declararam que se uniram “com o propósito de preservar e manter em pleno funcionamento o Hospital Misericórdia, prestador de relevantes serviços ? comunidade local durante mais de um século de sua existência, especialmente, nesse momento de dificuldade financeira experimentada pela instituição”.

Prossegue o comunicado oficial relatando que “essa tríplice aliança, movida pelo interesse público e dotada de respeito mútuo e espírito de cooperação das entidades envolvidas, conta com o inestimável apoio institucional da Prefeitura Municipal de Botucatu, do Ministério Público – Promotoria das Fundações e Autarquia Estadual – Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu”.

O comunicado também destaca que “o Hospital Misericórdia, num futuro bem próximo e com a ajuda de todos os envolvidos nesse legítimo e único intuito, possa superar essa momentânea e difícil situação passada nos dias de hoje, agradecendo o interesse e preocupação do Poder Legislativo e da imprensa”.

Encerra o documento oficial ressaltando “a importante colaboração de todos nesse processo, bem como, de igual modo, em respeito ao povo de Botucatu, aos funcionários, usuários, pacientes, médicos, enfermeiros e todos os colaboradores e benfeitores que, direta ou indiretamente, sempre fizeram parte da história desse hospital, as entidades subscritoras deste comunicado tornam público o seu compromisso de não medir esforços para resolver essa situação, notadamente, para o bem do sistema de saúde local como um todo e da população botucatuense em geral”.