Dois polos de dispensação viabilizam a retirada do Tamiflu‏ em Botucatu

Botucatu conta com dois polos de dispensação da medicação Oseltamivir, o Tamiflu, indicado no tratamento de pacientes diagnosticados com H1N1. Um deles é no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB), e o outro fica na Farmácia Central, na Av. Santana, onde funcionava o antigo Posto de Saúde.

Se o paciente receber a receita de Oseltamivir no posto de saúde mais próximo de sua casa, entre 7 e 16h30 nos dias de semana, ele deve retirar a medicação na Farmácia Central. Se receber a receita após esse horário, a medicação deve ser retirada no polo da farmácia do HCFMB. Essa orientação também vale se o diagnóstico for feito na rede particular, à noite, ou aos finais de semana.

Caso o paciente seja atendido no Pronto-Socorro após esse horário e for receitado o medicamento, ele poderá receber a medicação no local, mediante a receita médica. Se for diagnosticado em atendimento particular, vale o mesmo procedimento: o paciente deve retirar a medicação na Farmácia Central, das 7às 16h30, ou retirá-lo após esse horário no polo de dispensação do HCFMB.

A médica infectologista do HCFMB, Dra. Letícia Lastória, ressalta que não são todas as pessoas diagnosticadas com H1N1 que têm indicação de tratamento com o Tamiflu. "O Tamiflu é indicado nos casos de diagnóstico de H1N1 em que o paciente está incluso em grupo de risco, como síndrome gripal com fatores de risco para complicações, febre de início súbito e dificuldade respiratória grave", explica.

A distribuição do medicamento nos polos de dispensação é autorizada apenas mediante a apresentação de receita e é gratuita. As farmácias de alto custo não são postos de dispensação

(Foto: André Godinho/Acontece Botucatu)

 

Informações assessoria de imprensa HC