Confirmados 12 casos de H1N1 em Botucatu; Zika Vírus são 2

 

Claudio Miranda SaudeBotucatu tem 12 casos confirmados de H1N1 em 2016, sendo que 3 mortes foram registradas até agora. O Acontece Botucatu teve acesso aos novos números na tarde desta quinta-feira, 02 de junho, com informações prestadas pela Secretaria Municipal de Saúde.

Mas a conta pode aumentar, pois 11 casos suspeitos ainda aguardam resultados. Segundo a Secretaria de Saúde, 25 casos foram descartados após exames laboratoriais. A situação poderia ser pior, devido ao pânico da população no mês de abril, quando três mortes foram confirmadas, o que superlotou os prontos-socorros da cidade.

“Destacaria o grande número de pessoas vacinadas contra H1N1, o que trouxe imunidade efetiva a toda a população prioritária para a vacinação. Foram 30792 doses aplicadas, sendo a população alvo de 33074, ou seja, 93% de cobertura. Pelas nossas estatísticas foi um recorde municipal em 18 anos de campanha de Influenza”, explicou Claudio Lucas Miranda, Secretário Municipal de Saúde.

Apesar da distribuição, a cidade viveu dias tensos em abril, pois as vacinas chegaram em lotes diferentes e se esgotavam rapidamente. Uma clínica particular chegou a registrar enormes filas por vários dias, fato que chegou a gerar confusões

Confira o número de casos para Zika Vírus, Dengue e Chikungunya

Zika Vírus:

Notificados – 4
Confirmados – 2
Descartados – 2

Dengue:
Notificados – 706
Confirmados – 99 (29 importado, 72 autóctone)
Descartados – 523
Aguarda resultados – 82

Chikungunya
Notificados – 4
Confirmados – 1
Descartados – 3
“Tivemos uma redução significativa do número de casos de dengue, que se deve a alguns fatores como ampliação do quadro de agentes de combate ? s endemias, ampliação das ações da equipe de Vigilância Ambiental em Saúde, que está trabalhando todos os sábados desde março, ações com várias secretarias municipais, HC, FMB, FAMESP, UNI, e programa Meu Bairro de Cara Nova. Além disso, tivemos a conscientização de grande parte da população” disse Claudio Lucas Miranda.