Clima seco aumenta número de infecções respiratórias; confira dicas

289943_625482_tempo_seco_x_saude_das_criancas_55_1213O clima seco, caracterizado pela baixa umidade do ar, é muito comum nesta época do ano e provoca diversos prejuízos à saúde. Quem sofre de problemas respiratórios fica em uma situação complicada quando isso acontece.

Embora as pessoas relacionem frio a problemas respiratórios, na verdade, o que causa esses problemas de saúde é o tempo seco, pois mais partículas de diversos tipos ficam em suspensão no ar, sendo inaladas pelas pessoas. Dentre essas partículas estão, por exemplo, ácaros, o enxofre que sai do escapamento de veículos, partículas de poeira, restos de materiais queimados, entre outros.

A pneumologista do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) Suzana Tanni Minamoto explica melhor sobre o assunto. “Nessa época do ano, há um aumento nas infecções respiratórias, como resfriados e gripes, além de reações alérgicas e ressecamento da pele. Manter sempre a umidificação das mucosas com lavagem nasal, a umidificação do ambiente e higienizar sempre as mãos durante o dia são medidas que ajudam a prevenir essas infecções e reações”, diz.

A asma ou bronquite também é uma das principais vilãs do tempo seco. Ela é uma doença inflamatória crônica, ou seja, o pulmão do paciente já é mais inflamado do que o das pessoas normais. Como o ar chega menos filtrado, acaba sobrecarregando o sistema respiratório.

O Ambulatório de Pneumologia do HCFMB registrou um aumento no número de casos de problemas respiratórios nesse período de tempo mais seco. “A maioria dos casos é tratado com hidratação oral, umidificação do ambiente e a lavagem nasal”, afirma Drª Suzana.

Algumas medidas podem evitar as doenças relacionadas ao tempo seco:

– Evite o acúmulo de poeira. Se a pessoa tiver alergia, é recomendável evitar tapetes e cortinas.
– Bacias com água melhoram a umidade do ar, assim como o uso de toalhas molhadas no ambiente, mas só durante o dia; à noite não precisa, pois a umidade do ar tende a aumentar no período noturno.
– Apesar do frio, evitar banhos muito quentes. Eles ressecam a pele. Os cremes auxiliam na hidratação.
– Soro fisiológico nos olhos e nas narinas evita o ressecamento.
– Evite exercícios físicos ao ar livre entre as 10h e as 16h e moderar a intensidade; o tempo seco reduz a capacidade do corpo para a prática de atividades físicas.
– Não fumar. Os alérgicos devem evitar locais com fumaça de cigarro.