Cirurgia que reverte impotência tem bons resultados

Nova cirurgia para reverter impotência sexual em homens que fizeram radioterapia ou passaram por cirurgia de retirada total de próstata obteve bons resultados. Ao todo, dez pacientes foram submetidos ? técnica, sendo que quatro deles fizeram a cirurgia há mais de um ano e retomaram suas atividades sexuais. A iniciativa foi desenvolvida pelos professores José Carlos Souza Trindade e José Carlos Souza Trindade Filho, do Departamento de Urologia e Fausto Viterbo, da Disciplina de Cirurgia Plástica, todos da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB).

Em virtude do sucesso da técnica, o professor Fausto Viterbo vai apresentar o trabalho no congresso anual da ASPN (American Society of Peripheral Nerve), que será realizado entre os dias 10 e 12 de janeiro de 2014, no Grand Hyatt Kauai Resort & Spa, Kauai, Hawaii.

O método utilizou a reinervação mediante uma espécie de “ponte” feita entre nervos – para recuperar a ereção de pacientes que já tentaram tratamentos com comprimidos ou injeções, sem resultado. O objetivo foi aplicar na região peniana a mesma técnica que já foi usada em outras áreas do corpo. Os quatro primeiros pacientes, operados há mais de um ano, estão plenamente recuperados quanto ? função erétil.

A “ponte” liga nervos lateralmente depois de desviar da área lesionada em função da retirada da próstata. “É como um gato na fiação elétrica”, compara o cirurgião plástico Fausto Viterbo, que estuda o método há mais de 20 anos. “A reinervação já foi aplicada em casos de paralisia facial, recuperação das cordas vocais e restauração de sensibilidade em paraplégicos”, diz Viterbo.