Cirurgia cardíaca rende prêmio internacional à FMB

Procedimento cirúrgico realizado em novembro de 2011 no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB), coordenado pelo cirurgião cardíaco vinculado ao Departamento de Cirurgia e Ortopedia da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB) Marcello Laneza Felicio, foi reconhecido internacionalmente por meio de premiação no Congresso Internacional de Ciências Cardiovasculares. A honraria de melhor relato de caso foi concedida após apresentação de trabalho da enfermeira Andréia Cristina Passaroni durante o congresso realizado em dezembro de 2013, em Recife.

A equipe médica foi agraciada em função de uma cirurgia realizada no dia 17 de novembro de 2011 em uma paciente gestante que apresentava falta de ar e tontura, problemas decorrentes do comprometimento da valva aórtica, estrutura situada no coração. “A cirurgia cardíaca em gestantes apresenta baixa taxa de mortalidade materna, porém a mortalidade do feto permanece elevada principalmente quando há necessidade do uso de circulação extracorpórea, modalidade de assistência circulatória mecânica que substitui a função do pulmão e do coração enquanto eles permanecem parados durante o procedimento”, detalha o cirurgião cardíaco Marcello Laneza Felicio.

O especialista explica ainda que o feto pode não resistir a um procedimento cirúrgico no coração se o tempo de gestação da criança for pequeno. “Não havia sido relatado o nascimento de uma criança com vida após a mãe ser submetida à cirurgia cardíaca com idade gestacional tão baixa (11 semanas)”, afirma.

Ao término da gestação, nasceu um menino saudável e sem nenhuma malformação. Felício atribui o bom resultado ao sucesso da cirurgia e as condições adequadas oferecidas a mãe e ao feto durante a circulação extracorpórea.

Fonte: Assessoria de imprensa da Faculdade de Medicina