Campanha objetiva armazenar leite materno

Foi lançada em Botucatu no Salão Azul da Secretaria Municipal de Educação, a campanha Doe Vidro, Doe Vida. O foco é arrecadar frascos de vidro, com tampa plástica, para armazenamento do leite materno. Eles serão destinados ao Banco de Leite Marineuza Nunes de Souza, do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina (HCFMB), localizado no campus da Unesp no Distrito de Rubião Júnior.

A ação também tem a parceria da Prefeitura de Botucatu. A Secretaria Municipal de Educação envolverá todas as escolas rede municipal de ensino em uma verdadeira gincana, como ocorrido em 2009. Na época, os alunos arrecadaram 781 frascos de vidro. A maioria feita pela Escola Municipal de Ensino Fundamental José Antonio Sartori, com 128 potes arrecadados. Neste ano a campanha se estenderá até o próximo dia 6 de novembro.

Atualmente, 35 mães têm vínculos com o Banco de Leite do HC o que gera a captação de aproximadamente 40 litros de leite por mês, em média. Índice considerado insuficiente para alimentar não somente as crianças que ficam na unidade Neonatal do HC, que hoje tem capacidade para receber 60 crianças, como também para atender a demanda de outros hospitais de Botucatu e região.

{n}Preservar o leite{/n}

No lançamento da campanha, a médica neonatologista e coordenadora do Banco de Leite, doutora Sáskia Maria Cekte, falou ? s diretoras e demais representantes das escolas presentes sobre a importância do leite materno ao recém-nascido e de se buscar novas potenciais doadoras. Ela também explicou o porquê da utilização de frascos de vidro com tampas plásticas para o armazenamento do leite materno. Os mais comuns encontrados no mercado são potes de maionese e café solúvel, que tem a abertura e capacidade de volume ideal para o estoque do leite materno.

“O leite não pode ter contato com o plástico porque a gordura ficará grudada no recipiente, diminuindo assim o conteúdo calórico e valor nutritivo do alimento. Já as tampas não podem ser de ferro porque podem enferrujar e contaminar o leite. O importante é que acompanhamos as mães e orientamos elas sobre todo o procedimento como a esterilização do frasco e os cuidados para não se contaminar o leite que deverá ser congelado. No HC, o leite ainda é pasteurizado e analisado quanto ? sua acidez e crescimento de bactérias. Tudo para oferecer um leite humano de qualidade, com todas as proteínas necessárias para o bom desenvolvimento do recém-nascido”, diz.

{n}Clínica do Bebê{/n}

Presente também no evento de lançamento da campanha, o secretário municipal da Saúde, Claudio Lucas Miranda, enalteceu o trabalho do Banco de Leite do HC e também da Clínica do Bebê, que desde 2012 tem realizado um forte trabalho de conscientização das mães para a amamentação e doação de leite materno.

“Por ano Botucatu registra uma média de 1.700 a 1.800 nascimentos. Paralelemente, os profissionais da Clínica do Bebê, além de todos os exames que realizam na primeira semana de vida da criança, tem a preocupação de incentivar o aleitamento materno e trabalhar em parceria com o Banco de Leite para que essas mães sejam também doadoras. Tenho certeza que este também é um dos motivos que tem ajudado a redução da mortalidade infantil na Cidade, que contabiliza pouco mais de oito óbitos de crianças menores de um ano de idade para cada mil nascidas vivas”, enfatiza.

Além das escolas, o Banco de Leite espalhará cartazes da campanha por toda a Cidade para ampliar os pontos de arrecadação dos frascos de vidro. As unidades de saúde também estarão aptas a receber o material. As pessoas e empresas interessadas em participar da campanha podem entrar em contato com o Banco de Leite pelo telefone (14) 3811-6410 ou e-mail blhhc@fmb.unesp.br