Botucatu ganha moderno aparelho de raios-x e melhorias na central de vacinas    

INAUGURAÇÃO DO SERVIÇO DE RIAO-X DO HOSPITAL DO BAIRRO - FOTO IGOR MEDEIROS (1) (Custom)A Prefeitura de Botucatu, através da Secretaria Municipal da Saúde, inaugurou na manhã desta terça-feira (30) o mais novo Serviço Municipal de Radiodiagnóstico (Raios-x), instalado no Hospital do Bairro, Vila dos Lavradores, região norte da Cidade. Também pela manhã foi promovida a entrega da Central Municipal de Imunobiológicos, localizada nas dependências da Secretaria de Saúde.

Estiveram presentes em ambos os eventos o prefeito de Botucatu, João Cury Neto; secretária municipal de Saúde, Valéria Maria Lopes Manduca Ferreira; diretor-executivo da Fundação UNI, Dr. Claudio Lucas Miranda; presidente do Conselho Municipal da Saúde, José Dionízio dos Santos Garcia; além de outros profissionais da Saúde.

INAUGURAÇÃO DO SERVIÇO DE RIAO-X DO HOSPITAL DO BAIRRO - FOTO IGOR MEDEIROS (97) (Custom)O novo aparelho de Raios-x é muito mais moderno e substitui o antigo aparelho analógico, que tinha mais de 30 anos de uso. As imagens agora poderão ser gravadas em um CD, com melhor qualidade de imagem, proporcionando assim um diagnóstico ainda mais preciso e ágil ao paciente. Este processo também é ecologicamente melhor porque evita, assim, o descarte incorreto das antigas chapas de radiografia que contém componentes tóxicos.

Estima-se que, por dia, cerca de 70 pacientes passem pelo Hospital do Bairro para a realização de exames de Raios-X solicitados por profissionais das unidades de saúde. O serviço de radiodiagnóstico também atende a demanda de urgência e emergência do Pronto Socorro Pediátrico.  O investimento do Poder Público Municipal para a compra do novo equipamento foi de R$ 320 mil. Além disso, em parceria com o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) foi providenciada a instalação de um novo sistema elétrico na sala onde se encontra o aparelho.

INAUGURAÇÃO DA CENTRAL DE IMUNOBIOLÓGICOS - VACINA - FOTO IGOR MEDEIROS (95) (Custom)Já a Central de Imunobiológicos da Secretaria Municipal de Saúde teve sua estrutura ampliada e melhorada. O espaço armazena e conserva de maneira mais adequada as cerca de 30 mil doses de vacinas que são distribuídas, por mês, às 20 unidades de saúde do Município. Entre elas estão vacinas contra tuberculose, hepatite-B, sarampo, caxumba, rubéola, influenza, entre outras, incluindo a raiva animal (antirrábica).

Com pouco mais de R$ 3 mil, recursos próprios do Município, foi promovida a reforma e adequação do espaço físico da central. Já com recursos obtidos via Governo Federal, da ordem de R$ 229 mil, a Secretaria Municipal de Saúde adquiriu cinco novas câmaras de conservação das vacinas, além de uma caminhonete para o transporte dos imunobiológicos. Assim, o objetivo é assegurar ainda mais a qualidade das vacinas distribuídas no Município.

Na avaliação do prefeito João Cury Neto, tanto o novo serviço de Raios-x quanto as melhorias provocadas na Central de Imunobiológicos, são reflexo de um trabalho articulado em conjunto com todos os principais atores da Saúde de Botucatu, incluindo Poder Público, Unesp, Fundação UNI e o próprio Conselho Municipal. Além do entendimento em comum de que a Saúde precisava, de uma vez por todas, ser prioridade dentro dos investimentos municipais.

INAUGURAÇÃO DA CENTRAL DE IMUNOBIOLÓGICOS - VACINA - FOTO IGOR MEDEIROS (51) (Custom)“Era inadmissível ter um aparelho de Raios-x com mais de 30 anos de uso e que exigia manutenção frequente. Agora temos para oferecer o que há de melhor em termos de exames radiológicos. Já a Central de Imunobiológicos é fruto de um bom projeto da nossa equipe da Secretaria de Saúde, que enxergou que podíamos melhorar a estrutura deste espaço, vital para a manutenção da qualidade das milhares de vacinas que distribuímos ao longo do ano à população”, enfatiza o prefeito.

“O importante é não parar de investir. Tem que pegar o dinheiro do imposto e reverter para a população. Em 2008, antes de assumirmos a Prefeitura, Botucatu investia menos de 15% do exigido por lei, algo em torno de R$ 30 milhões. Hoje, quase oito anos depois, chegaremos a 24% de investimentos na Saúde, cerca de R$ 70 milhões no ano. O resultado está aí: um Hospital Estadual com 700 cirurgias/mês de média complexidade, um hospital para atendimento de dependentes de álcool e droga, um pronto socorro Adulto e outro Pediátrico, SAMU, a reabertura do Hospital do Bairro, novos postos de saúde, entre muitos outros serviços que antes não existia”, complementa.

Serviço

Serviço Municipal de Radiodiagnóstico (Raios-x)

Hospital do Bairro

Rua Padre Salústio Rodrigues Machado, 31 Vila dos Lavradores
Central Municipal de Imunobiológicos

Secretaria Municipal de Saúde

Rua Major Matheus, 7 – Vila dos Lavradores