Botucatu abre atendimento no PS Pediátrico

A partir das 7 horas da próxima segunda-feira (17) Botucatu passa a oferecer atendimento médico de urgência e emergência a crianças e adolescentes menores de 15 anos através do Sistema Único de Saúde. O Pronto-Socorro “Professor Dr. Antonio de Padua Campana” abre as portas após a inauguração oficial no último dia 8 e últimos ajustes dos aparelhos hospitalares realizados ao longo desta semana.

O secretário municipal de Saúde, Claudio Lucas Miranda, esteve reunido esta semana com representantes do Departamento de Pediatria do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e Central de Ambulâncias para ajustar detalhes dos procedimentos médicos.

“Ficou definido que o Samu (192) atenderá os casos mais complexos e que precisam de uma atenção especial encaminhando-os ao HC, que continuará como retaguarda. Aqueles que por algum motivo não tiverem condições de levar a criança até o PS do Hospital do Bairro deverão solicitar o serviço do Central de Ambulâncias (0800-772-1415) da Secretaria Municipal de Saúde. Essa organização é importante antes do início de qualquer serviço de saúde. Mas salientamos que as unidades de saúdes espalhadas pela Cidade continuam a ser a principal porta de entrada da população e devem ser utilizadas com frequência porque nosso foco é a prevenção”, argumenta.

O PS Pediátrico deverá atender entre 3,5 mil a 4 mil pacientes por mês. Ele tem oito consultórios; entradas independentes para os casos de emergência e sala de espera para aproximadamente 100 pessoas; salas de procedimentos/enfermagem, observação e raio-x; corredores distintos para funcionários e pacientes (anti-sala); quartos para médicos plantonistas; cozinha; e sanitários adaptados.

Também conta com sete leitos de observação sob a supervisão do Departamento de Pediatria da FMB, que disponibilizará diariamente três médicos durante o dia e outros dois de plantão no período noturno, além dos médicos residente da Pediatria. Os pacientes com quadros menos complexos serão atendidos no novo PS Pediátrico e os mais graves encaminhados ao Hospital das Clínicas.

Neste primeiro momento, além dos médicos pediatras, o corpo profissional será formado por: assistente social (1); nutricionista (1); enfermeiros (3); técnico de farmácia (1); auxiliares de enfermagem (7); técnicos de enfermagem (12); oficiais administrativos (5); escriturários (4); técnicos de raio-x (4); recepcionistas (4); técnico de manutenção (1); auxiliares de serviços gerais (8); auxiliar de escritório (1); e motorista (1). Todos são profissionais recontratados após a demissão pelo fechamento do antigo Hospital Sorocabana.

Mas o Hospital do Bairro não abriga apenas um Pronto-Socorro Pediátrico. No andar superior, onde já funcionam a parte de oftalmologia, ultrassonografia e raio-x, há um posto de coleta de exames, 14 leitos de retaguarda pediátrica, além de outros serviços, que gradativamente serão reabertos ? população.