Banco de Leite precisa de doadoras para seu estoque

Desde o final de 2010, uma redução significativa no número de doadoras de leite humano ocorre na região de Botucatu, o que tem prejudicado os estoques do Banco de Leite Humano do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (HCFMB). O serviço conta, atualmente, com 23 litros/mês, quando o ideal seriam 45 litros/mês.

Segundo a enfermeira Patrícia Kelly Silvestre, coordenadora do Banco de HCFMB, a quantidade de leite doado mensalmente, que até o mês de outubro de 2010 estava na margem esperada, caiu em novembro para 31 litros/mês, o que segundo ela é preocupante.

A coordenadora do BLH enfatiza que por causa da redução no volume de doações, estão sendo priorizados os recém-nascidos mais graves, quando o correto seria dispor de leite materno suficiente para atender a todos os bebês que necessitam ficar na Unidade Neonatal. Patrícia Kelly conta que, além dos prematuros que ficam na Unidade Neonatal, o leite é também destinado aos recém-nascidos de baixo peso, desnutridos e aqueles cujas mães, por alguma razão, estão impossibilitadas de amamentar.

A Neonatal possui em média 30 leitos ocupados, onde ficam os bebês que recebem o leite coletado e o leite pasteurizado pelo serviço. As gestantes e as puerperas atendidas no HC de Botucatu, durante o período de internação, recebem todo o incentivo e suporte para o aleitamento materno e também são incentivadas a doarem o leite excedente para o BLH.

Para ampliar o estoque do BLH de Botucatu, a enfermeira faz um apelo ? s mães que produzem mais leite do que o consumo diário dos filhos para que se tornem doadoras e, dessa forma, ajudem a diminuir a mortalidade infantil. “É importante que todas saibam que o excesso do leite após a amamentação de seus filhos é essencial para os bebês prematuros no HC”, frisa.

{n}Praticidade{/n}

A mulher que se dispõe a doar leite não precisar sair de sua casa e não terá nenhum gasto com a doação. O Banco de Leite Humano de Botucatu através do HCFMB viabiliza a coleta de leite na residência de doadoras que já tiveram alta da maternidade, que fizeram o parto em outra unidade hospitalar ou até mesmo em cidades da região como: Anhembi, Areiópolis, Bofete, Conchas, Itatinga, Pardinho, Pratânia, São Manuel e Botucatu.

{n}Caixas de isopor{/n}

O BLH de Botucatu também precisa da doação de caixas de isopor de 3, 5 e 8 litros para as mães que não podem comprar o recipiente, mas precisam transportar o seu próprio leite que retiram em casa para os seus bebês internados no HCFMB.

{n}Quem pode doar?{/n}

Para a mulher ser doadora de leite humano ela precisa estar amamentando o seu bebê; ter leite em excesso; estar bem de saúde; não fumar e não ter recebido transfusão sangüínea nos últimos cinco anos
As mães que queiram fazer doação de leite devem entrar em contato como BLH através do telefone (14)3811-6410, pelo email: blhbtu@fmb.unesp.br ou pessoalmente no HCFMB de Botucatu. O mesmo contato pode ser feito pelas pessoas que queiram doar Caixas de isopor.

Foto: Assessoria de Comunicação do HC/Unesp