Banco de Leite Humano propõe parceria a Secretaria Municipal de Saúde

O Banco de Leite Humano do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (BLH/HCFMB), em cumprimento às diretrizes de certificação da Rede Cegonha, tem buscado parceiros para melhoria dos resultados de coleta de leite humano e cuidados à mãe de recém-nascidos em fase de amamentação. 

O Banco de Leite Humano é um serviço especializado do Hospital das Clínicas com ampla abrangência no atendimento materno e/ou infantil. É responsável por ações de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno, além de execução de atividades de coleta da produção lática.

Na última segunda-feira, 7, foi realizado um workshop para pactuação das Normas, Rotinas e Procedimentos Operacionais Padrão do Banco de Leite Humano do HCFMB com membros da Secretaria Municipal da Saúde da cidade. O objetivo foi apresentar dados gerais do BLH, sobre indicadores de doação a serem cumpridos e discutir ações que possam otimizar os processos de doação de leite em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde. 

Entre os presentes estavam o chefe de Gabinete da Superintendência do HCFMB, Dr. André Balbi; o Diretor de Departamento Assistência a Saúde Prof. Dr. José Carlos S. Trindade Filho, a diretora do Departamento de Auditoria do HCFMB, Maria Justina Felippe; a coordenadora do Banco de Leite Humano, Drª Saskia Feketi, e o secretário Municipal de Saúde de Botucatu, Dr. Cláudio Lucas Miranda, além de representantes da Secretaria de Saúde. 

A diretora do Departamento de Auditoria do HCFMB, Dra Maria Justina Felippe, diz que a iniciativa busca não só captar a mãe doadora, mas informá-la sobre todo o processo, desde a amamentação à doação de leite. "O intuito é divulgar características importantes sobre sua saúde, do bebê e todo o processo da doação de leite, melhorando assim os nossos resultados e tornar-nos parceiros", diz. 

A proposta é que a Secretaria Municipal de Saúde participe proativamente dos processos de melhoria contínua dos indicadores propostos pela Rede Cegonha, atuando diretamente com a equipe do Banco de Leite do HCFMB. 

Toda equipe de saúde que atua nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) será treinada para que possa conscientizar a importância da doação, realizar coletas em domicílio, verificar as condições do local de doação, armazenar devidamente o leite doado e transportá-lo para o Banco de Leite do HCFMB. 

Com isso, o secretário Municipal de Saúde de Botucatu acredita que o trabalho das equipes de saúde sensibilizará as mães sobre a importância do aleitamento materno. "As equipes estarão focadas em mostrar todos os benefícios do aleitamento materno, abrindo portas para o aumento de doações e assim, conseguirmos juntos atender a demanda atual dos recém-nascidos que necessitam do leite humano para sobreviver", afirma Miranda. 

Atualmente, as unidades que necessitam de leite humano são UTI Neonatal, Unidade de Cuidados Especiais e Unidades de Cuidados Intermediários aos Recém-Nascidos, que atendem aproximadamente 40 bebês por mês.

De acordo com a coordenadora do BLH, Drª Saskia Fekete, os prematuros em tratamento no HCFMB precisam muito do leite humano. "Muitas vezes, esses recém-nascidos não podem ter a mãe por perto no tratamento, e nós priorizamos a alimentação deles procurando não usar outro tipo de leite. Nem sempre o BLH consegue suprir a necessidade de todos os bebês somente com leite materno, razão pela qual buscamos parceiros comprometidos com o ser humano. Esta ação também nos ajudará a cumprir nossa cota de doação mensal, que hoje é de 90 litros por mês", explica.
 

O chefe de Gabinete da Superintendência do HCFMB, Dr. André Balbi, diz que o Hospital das Clínicas necessita de parceiros como a Secretaria Municipal de Saúde para ampliar a quantidade de leite doado, reduzindo as dificuldades enfrentadas pelas doadoras. "A doação de leite materno é um ato de amor e de solidariedade e esta parceria permite que possamos exercer mais intensamente estes sentimentos nobres", diz. 

Balbi resume o projeto com carinho. "A coleta do leite humano, pelo Banco de Leite, envolve diversos profissionais, pois é necessário manter um estímulo contínuo às doadoras. Lembrar que são mulheres que estão passando por um momento especial em suas vidas. As parcerias possibilitam esta colaboração e o envolvimento profissional", finaliza. 

Para doar leite materno, as mães interessadas devem:
– Entrar em contato com o Banco de Leite Humano do HCFMB para efetuar sua inscrição como Mães Doadoras de Leite Humano;
– Informar seus dados: nome completo, endereço atualizado, telefone, cidade e principalmente se a mãe está amamentando seu próprio filho. 
– Programar a data da primeira visita no domicílio para receber as orientações de retirada do Kit de Coleta de Leite e conhecer todo o trabalho de atenção dispensada pela equipe do BLH.

(Ass. de Imprensa do HC – 4 Toques)