Banco de Leite Humano está necessitando de doadoras

O Banco de Leite Humano (BLH) “Marineuza Nunes de Souza”, do Hospital das Clínicas (HC) de Botucatu, está necessitando de mulheres doadoras de leite para abastecer seu estoque. Este é um serviço especializado, responsável por ações de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno e execução de atividades de coleta, processamento e controle de qualidade do leite humano, para posterior distribuição a recém nascidos prematuros, de baixo peso e de risco, que deles dependem como fator de sobrevivência.

O banco é mantido pelo hospital das Clinicas há 12 anos e todo leite doado é utilizado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), nas unidades de cuidados intermediários (UCI) e na Unidade de Cuidados Especiais (UCE) da Neonatologia do próprio hospital, funcionando todos os dias, inclusive sábados, domingos e feriados.

Porém, atualmente, o banco está em estado de alerta, devido ao baixo estoque de leite materno. Infelizmente nosso estoque está baixo. Os médicos precisam trocar as prescrições de leite materno por fórmulas para que se consiga manter por mais alguns dias o leite materno para os casos mais urgentes que são os bebês da UTI.

Para se ter uma idéia é solicitado por dia de 3 a 4 litros de leite materno e o hospital só está conseguindo atender somente 1 litro por dia.  Por isso, é preciso a colaboração de mães que possam fazer a doação.   As mães lactantes que tiverem interesse em colaborar com o Banco de Leite do HC de Botucatu basta entrar em contato com a Unidade pelos telefones (14) 3811 6410 / 3811 2762  ou (14) 99799 8289, que uma equipe irá a casa da doadora, oferecerá todas as informações necessárias, explicará todo o processo e ainda oferecerá auxílio sobre outras dúvidas que as mães possam ter. A única exigência feita é que a mãe não seja fumante, usuária de drogas ou que  faça uso excessivo de álcool.

 

Ordenha e armazenamento

As mães podem retirar o leite em casa em potes de vidro com tampa de plástico fervido por 15 minutos e guardá-lo no freezer ou congelador por até 15 dias, sendo que tem que chegar ao Banco de Leite antes desse período. Uma vez por semana uma funcionária do hospital passa nas residências buscando esse leite.

As mães doadoras precisam coletar exames de sangue que é feito na casa mesmo pela funcionária e esse leite doado passa por um processo de qualidade, para depois ser oferecido aos bebês internado na UTI, geralmente bebês prematuros, com alergia ou intolerância alimentar ou outros casos específicos.