Banco de Leite do HC ganha Certificado de Excelência

Foto: Divulgação

 

O Banco de Leite Humano (BLH) “Marineuza Nunes de Souza” do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) recebeu pelo segundo ano consecutivo o Certificado de “Excelência em Bancos de Leite Humano do interior do Estado de São Paulo”, conquistando mais uma vez o prêmio na Categoria Ouro, com rendimento global de 99%.

O certificado, que é dividido nas categorias Ouro, Prata e Bronze, foi concedido pelo programa Iberoamericano de Banco de Leite Humano, promovido pelo ministério da Saúde. O Banco de Leite Humano do HC de Botucatu foi avaliado em destaque pelo ministério ao longo deste ano em diversos quesitos, entre eles, a estrutura física, equipamentos, qualificação profissional, produção tanto na assistência como no processamento. No total foram indicados, 30 Bancos de Leite Humano do interior do estado, dos quais 27 foram credenciados e 20 alcançaram a categoria ouro.

 

Sobre o Banco de Leite

O Banco de Leite Humano de Botucatu é mantido pelo Hospital das Clínicas há 12 anos. “Temos uma equipe unida e tudo que é feito é com muito carinho e amor, porque mexemos com mães e bebês. Enfrentamos muitas dificuldades, mas, contamos  com o apoio da Diretoria e da superintendência do HC que nos atende prontamente sempre que precisamos” explica Angélica Pereira da Cunha de Almeida, responsável pelo BLH.

Atualmente o BLH do HC conta com nove funcionárias capacitadas e treinadas para ir até a residência da mãe lactante, ajudar na ordenha, e se necessário  trazer o leite em condições para o armazenamento no Hospital. O BLH ainda dispõe de uma estrutura nova e moderna instalada no recém inaugurado Hospital Estadual de Botucatu gerido pelo HCFMB.

 

Como doar

Para as mães lactantes que tiverem interesse em colaborar com o Banco de Leite de Botucatu, basta apenas entrar em contato com a Unidade pelos telefones (014) 3811-6410 ou (14) 99799-8289, que uma equipe irá até a casa da doadora, oferecerá todas as informações necessárias, explicará todo o processo e ainda oferecerá auxilio sobre outras dúvidas que as mães possam ter. A única exigência feita pelo Hospital das Clínicas é que a doadora não seja fumante.