Alunas da Enfermagem elaboram cartilha sobre aids

Alunas do curso de Enfermagem da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB) elaboraram uma cartilha à pacientes que vivem com HIV/Aids e que são atendidas pelo Serviço de Ambulatórios Especializados de Infectologia “Domingos Alves Meira” (SAEI-DAM). A iniciativa é uma das ações desenvolvidas pelo projeto de extensão “O feminino em revista”, espaço de discussão sobre sexualidade das mulheres que vivem com HIV/Aids e coordenado pela professora Marli T. Cassamássimo Duarte, do Departamento de Enfermagem da Faculdade.

O material educativo foi desenvolvido pelas alunas da Enfermagem juntamente com as coordenadoras do projeto de extensão e tem como objetivo auxiliar as pacientes na adesão ao tratamento. “Fizemos (alunas) uma busca grande nos dados da literatura (médica), nos reunimos várias vezes para elaborar a cartilha e ela contribuiu muito tanto para nossa formação como também para nosso trabalho no SAEI-DAM”, explica Flávia Seullner, recém-formada do curso.

A cartilha contém informações sobre a transmissão do vírus HIV, os cuidados que devem ser adotados durante uma relação sexual, além de orientações sobre a maneira mais apropriada de se manter a higiene íntima.

Silvania Estevão, aluna do 3º ano da Enfermagem e uma das colaboradoras do material, afirma que a cartilha é fruto do trabalho desenvolvido pelas integrantes do projeto de extensão (O feminino em revista). “Conseguimos perceber as necessidades que essas mulheres (que vivem com HIV/Aids) têm e os cuidados que elas precisam ter com a saúde…conseguimos identificar os problemas delas e desenvolver a cartilha que pode ajudá-las”, destaca.

Para a professora e coordenadora do projeto Marli T. Cassamássimo Duarte, a ideia de se produzir a cartilha surgiu da necessidade das próprias pacientes atendidas pelo SAEI-DAM. “Foi uma construção conjunta, de uma forma bastante participativa com as estudantes e conosco (coordenadores). Acho que isso tem um aprendizado grande para elas e também para todos nós que participamos da coordenação dessa atividade”, finaliza.

O projeto “O feminino em revista” também é coordenado pela enfermeira Miriam Cristina Marques da Silva de Paiva e tem apoio da professora Lenice do Rosário de Souza, diretora técnica do SAEI-DAM e professora do Departamento de Doenças Tropicais e Diagnóstico por Imagem da FMB.

 

Sobre o projeto

É dividido em três frentes de trabalho: grupo de sexualidade, sala de espera e consulta de enfermagem.  Nos encontros são abordados quatro temas distintos: prevenção positiva, higiene íntima, doenças sexualmente transmissíveis e câncer de cólo relacionado ao HPV (Sigla em inglês para papilomavírus humano.

Os HPV são vírus capazes de infectar a pele ou as mucosas. Existem mais de 100 tipos diferentes de HPV). Além disso, painéis contendo informações sobre esses temas ficam espalhados no SAEI-DAM, o que contribui para interação entre estudantes e pacientes. As atividades do projeto ocorrem três vezes por semana: às segundas e quintas-feiras na parte da manhã e às quartas-feiras durante a tarde.