TOR prende mulher com 11,6 kg de maconha na SP-280

Durante fiscalização pela SP-280 Rodovia Presidente Castello Branco na região de Pardinho a um ônibus cujo itinerário era Campo Grande/MS x Rio de Janeiro/RJ, transportando 28 passageiros e durante busca no seu interior, os policiais do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR), que tem no comando o tenente Ricardo Maganha, localizaram uma mochila de nylon sem etiqueta de identificação sob as poltronas de números 25 e 26.

Ao verificar seu conteúdo, a equipe localizou 11,6 kg, divididos em 14 “tijolos”, além de uma mira a laser para ser adaptada em armamento do tipo pistola e como não havia identificação naquela mochila e nenhum dos passageiros ali próximos assumiu a propriedade, a guarnição passou a diligenciar junto a esses ocupantes, entrevistando-os informalmente um a um.

Aponta os patrulheiros que após essa diligência com todos os vinte e oito passageiros do veículo abordado, notado que a passageira que estava acomodada na poltrona de número 12 apresentou certo nervosismo e inquietação, sendo que suas alegações foram ficando inconsistentes a medida que os questionamentos eram feitos e alegava haver apenas uma bagagem de mão consigo.

A equipe observou que sua bagagem de mão também não estava identificada e resolveu verificar o impresso de identificação de passageiros que fica com o motorista do coletivo, onde foi constatado pelas etiquetas de bagagem coladas no verso dessa identificação que duas bolsas de mão deveriam estar na posse da passageira abordada, então a passageira foi questionada mais uma vez e confessou que aquela mochila com a droga e o acessório para arma de fogo era de sua propriedade, que pegou a mochila no município de Ponta Porã/MS e levaria até o município do Rio de Janeiro/RJ.

Foi dada voz de prisão em flagrante delito e a mulher foi identificada como sendo Mayara Pinheiro Leite, de 18 anos de idade, que acabou conduzida ao Plantão Policial Permanente de Botucatu e, posteriormente, a presa foi encaminhada ? Cadeia Pública de Porangaba.