Quadrilha explode caixas eletrônicos em Pardinho

Explosões em caixas eletrônicas em cidades de pequeno porte na região de Botucatu já estão se tornando fator comum e vários municípios já foram “visitados” por uma quadrilha especializada neste tipo de crime. O mais recente caso foi registrado na madrugada desta segunda-feira (1º de setembro), por volta das 5 horas na Cidade de Pardinho contra a agência do banco Bradesco, que fica na Praça José Egidio do Amaral, Centro.

Descreve o Boletim de Ocorrência (BO) que indivíduos não identificados explodiram caixas daquela agência bancária, porém não levaram dinheiro. Por algum motivo que ainda não foi, devidamente, explicado, os marginais  fugiram antes de consumar o crime.

Pelo local foram encontradas quatro cápsulas deflagradas dos calibres 9mm, .40 e .22. Segundo informações de moradores um veiculo Hatch de cor prata da Nissan foi visto no local. Um grande aparato policial foi armado na Cidade e nas imediações do Município, mas ninguém foi preso. A Polícia Técnica Científica esteve no local para coletar dados e preparar o laudo pericial.

O mais recente caso desta natureza ocorrido em Pardinho havia sido no dia 23 de junho deste ano quando os criminosos teriam chegado ao Município em mais de três carros e explodiram dois caixas eletrônicos da agência Bradesco. Em seguida, os bandidos, que estavam encapuzados, atiraram para cima e fugiram do local levando dinheiro (quantia não revelada).

Essa mesma quadrilha também é apontada como autora de outros crimes desta natureza cometidos em Porangaba, Pratania, Itatinga, Santa Maria da Serra, Areiópolis,  Anhembi, Aparecida de São Manuel,  Torre de Pedra, Bofete, entre outras. A maioria desses municípios já foi furtada mais de uma vez.

Polícia deduz que os criminosos vêm de grandes centros como São Paulo. Estudam, minuciosamente, o local a ser assaltado e agem no momento oportuno. A preferência por cidades de pequeno porte é em razão do reduzido número de policiais.