Polícia Militar realiza grande apreensão de drogas na região

“Trabalho muito bem desenvolvido pelos nossos policiais, em todos os sentidos”. Foi
o elogio feito pelo comandante operacional da 2ª Companhia de Polícia Militar de São Manuel tenente Cagliari aos policiais militares tenente Colussi, sargento Domingos, cabo Daniel e soldados Antônio e Meneguette, que realizam uma operação que culminou em uma grande apreensão de drogas na região.

A operação foi desencadeada no início da tarde desta terça-feira na Rua 9 de Julho, nº 109, região da Villa Zalla, em Laranjal Paulista, quando os policiais fizeram a abordagem em um cidadão que apresentou o RG com o nome de Adnilson Aparecido Anastácio. Entretanto, foi descoberto que o RG era falso e que, na verdade, ele se chamava José Florêncio dos Santos, de 24 anos de idade, e estava sendo procurado pela Justiça por crime de tráfico de entorpecentes.

Em poder de Santos foi localizado um molho de chaves e certa quantia em dinheiro. Como ele já tem passagens policiais e estava sendo procurado, o tenente Colussi designou um dos policiais para ir até a casa do indiciado para uma averiguação. Para sua surpresa uma grande quantidade de droga e produtos usados no tráfico foi localizada.

Está contido no Boletim de Ocorrência (BO) que quando questionado sobre a droga e os demais produtos encontrados em sua casa, Florêncio Santos assumiu que era o ”gerente” do ponto de tráfico de entorpecentes naquele setor da cidade e usava a residência para fazer a embalagem da droga.

Na casa desse cidadão os policiais apreenderam 160 gramas de maconha dentro de um saco plástico transparente; 130 porções de crack envoltas em papel alumínio (42 gramas); 558 blisters (pinos ou cápsulas) de cocaína (468,7 gramas) e R$ 114,95 em dinheiro, (cédulas e moedas).

Além da droga e dinheiro foi apreendido um prato de porcelana marrom; um cadeado; uma tesoura média; uma balança eletrônica de precisão; uma bicicleta de 18 marchas; 100 blisters (pinos) vazios para embalar cocaína; uma agenda; uma caderneta de 40 folhas; um rolo de fita crepe, parcialmente, usado; um aparelho de telefone celular; uma faca de tamanho médio; duas colheres de aço e um molho de chaves.

Florêncio Santos recebeu voz de prisão e foi conduzido ao Distrito Policial (DP) onde acabou indiciado em crime de tráfico de entorpecentes e uso de documento falso. O flagrante se encerrou com o recolhimento do indiciado ? Cadeia Pública de São Manuel.