Polícia identifica trio autor de latrocínio contra taxista

Um trabalho realizado em conjunto pelas polícias Civil e Militar de Botucatu e Bofete resultou na elucidação do latrocínio (roubo seguido de morte) do taxista Edison Matias da Rocha, de 60 anos de idade, ocorrido na rodovia vicinal Camilo de Moraes, que liga as cidade de Bofete e Porangaba. O crime ocorreu domingo (26) e o corpo só foi encontrado semi-enterrado em uma cova rasa na tarde da última quinta-feira (30).

A polícia descobriu que três elementos tomaram o taxi no Terminal Rodoviário de Bofete para uma corrida até Porangaba. No meio do caminho os marginais anunciaram o assalto e deram várias facadas no taxista. Na sequência os marginais enterraram o corpo no mato e fugiram levando o carro da vítima (Celta) e dinheiro.

Fazendo cruzamento de dados, ouvindo testemunhas e observando câmaras de segurança os policiais identificaram os criminosos e detiveram dois adolescentes de 15 e 17 anos, respectivamente e prenderam Weliton Limeira de Souza Barros, de 37 anos que teria “contratado” os adolescentes para ajudar na consolidação do latrocínio. O carro foi encontrado em um matagal no município de Pardinho.

Conduzidos a Delegacia de Polícia os três confessaram o roubo seguido de morte ao delegado Lourenço Talamonte Neto e foram recolhidos ? Cadeia Pública de Itatinga. Nas próximas horas os dois adolescentes deverão ser encaminhados a uma unidade da Fundação do Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente (CASA) e Weliton Souza ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Cerqueira Cesar.