Polícia Civil investiga série de furtos de tacógrafos

O Setor de Inteligência da Polícia Civil de São Manuel está trabalhando para esclarecer a uma série de furtos de tacógrafos, aparelhos muito utilizados por empresas de transporte, que assegura que os motoristas estejam cumprindo suas horas de trabalho sem excedê-las. Também ajuda a evitar multas por excesso de velocidade por registrar a velocidade desenvolvida durante os trajetos.

Segundo apurou os investigadores, cerca de oito furtos de unidades de tacógrafos já foram registrados em Boletim de Ocorrência (BO) e existe a suspeita de que os crimes estejam sendo realizados por uma quadrilha. Também foram registrados outros seis furtos semelhantes no Município de Areiópolis.

“Estamos trabalhando com a hipótese de os crimes terem sido cometidos por uma quadrilha especializada em razão de alguns aparelhos serem digitais e só mesmo um profissional do ramo poderia retirar os aparelhos. Para quem não é habilitado, o furto desses tacômetros seria muito trabalhoso”, colocou o delegado José Mário Toniato, que comanda as investigações.

Outro ponto destacado pelo delegado é que algumas unidades furtadas do interior de caminhões e ônibus estão sendo comercializadas em empresas que se instalam ? s margens das rodovias. “Por isso nossa orientação para minimizar os crimes que ocorrem na região é que não se deve adquirir o aparelho sem conhecer sua procedência e exigir nota fiscal do vendedor”, adverte Toniato. “Caso um motorista seja flagrado com um tacógrafo furtado poderá responder por crime de receptação”, acrescenta.