PM realiza operação na Colônia de Pescadores

Foram os policiais militares Castilho e Márcio, recebendo apoio da viatura com o tenente Torrez e soldado Moreno, que atenderam a uma ocorrência registrada em Boletim de Ocorrência (BO) como flagrante de agressão, disparo de arma de fogo e porte ilegal de arma, na Colônia de Pescadores, localizada ? s margens do Rio Tietê, no km 151 da SP 191 – Rodovia Geraldo Pereira de Barros, Município de Anhembi.

Aponta o BO que os policiais foram acionados através de uma solicitação do Centro de Atendimento e Despachos (CAD) de Santa Maria da Serra, alertando sobre uma desinteligência entre pescadores vizinhos, com disparos de arma de fogo, tendo como vítima o anhembiense Oriovaldo Donizete Evangelista, de 43 anos. No local os policiais foram informados pela vítima que havia sido ameaçada por um pescador chamado Odair José Moreira de 55 anos e após uma discussão entraram em luta corporal e ele havia disparado vários tiros de revólver.

Os policiais deslocaram-se, então, até o rancho do acusado que autorizou a entrada, onde foi localizada uma luneta, um silenciador para calibre 22, cinco cápsulas de carabina calibre 22 deflagrada e uma intacta. Porém, Moreira alegou que não tinha arma, nem havia disparado tiros.

Entretanto, através da Câmera de Segurança instalada na casa da vítima, Odair Moreira foi visualizado empunhando a carabina e caminhando em direção a um matagal, próximo de alguns barcos, retornando ao rancho sem a arma. “As imagens nos levaram até onde estava a arma escondida na vegetação, carregada com cinco cartuchos em seu carregador e um na câmara. Com a prova em mãos demos voz de prisão ao indiciado”, relatou o policial Castilho.

Depois de passar por uma avaliação feita pelo médico André Monoro Kauchi, o indiciado foi conduzido ? Delegacia de Polícia de Anhembi onde o escrivão Pedro Falcão dos Santos cientificou o delegado Geraldo Franco Pires sobre o caso e Odair Moreira foi autuado em flagrante e recolhido ? Cadeia Pública de Botucatu.