PM de Conchas desbarata quadrilha ligada ao tráfico

Uma mega operação foi desencadeada nesta quinta-feira pela Polícia Militar, conjuntamente com a Polícia Civil de Conchas uma das 13 cidades da região que fazem parte da área comando do 12º Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM-I), de Botucatu. O local da operação foi na Estrada da Represa, que fica na zona rural daquele Município.

A operação denominada “Dente de Leite” começou com os policiais militares tenente Cleber, cabo Eduardo e soldado Pacheco que atenderam uma informação anônima dando conta de que naquela região da cidade estava ocorrendo tráfico de entorpecentes.

No local os policiais abordaram Sara Schneider Soares da Silva, 33, Rogério Parise, 31, e dois adolescentes, ambos com 16 anos de idade e uma testemunha (R.A.C.), de 29 anos, que teria ido ao local para comprar droga.

Questionados eles mostraram aos policiais onde estavam escondidas 54 pedras de crack e cinco porções de cocaína. Todos foram levados até o Plantão Policial para prestar depoimento.

Porém, a operação não havia terminado. Quando estavam na delegacia apresentando o casal, os adolescentes e a testemunha uma nova denúncia chegou até os PMs, informando que o tráfico continuava ocorrendo no mesmo local.

Os policiais para lá se dirigiram e prenderam Everton Rafael de Oliveira Camargo, 20, que tinha em seu poder R$ 150,00 e Eriton Diniz Araújo, 23, que guardava em sua casa seis “tijolos” de maconha e quatro pedras de crack. Também estava no local uma adolescente de 17 anos, com sete pedras de crack. As partes foram conduzidas ao Plantão Permanente.

Porém, uma nova denúncia deu início a uma nova diligência pelo local. Desta feita foram presas outras quatro pessoas. São elas: Evelin L. 21, Diogo A.M., 20, Davi M.O., 23 e Flaviane Alexandre da Costa, 21, esta apontada pela policia como a “gerente do tráfico”.

Todos os indiciados (as) e sindicados (as) responderão processo por crimes de tráfico de entorpecentes, associação ao tráfico e formação de quadrilha. Porém, foram presas apenas seis pessoas: Sara Schneider Soares da Silva, Rogério Parise, Everton Rafael de Oliveira Camargo, Eriton Diniz Araújo, Flaviane Alexandre da Costa e uma adolescente de 17 anos de idade.