Piscicultor perde 48 mil quilos de peixes em São Manuel

Fotos: FM Integração

Técnicos da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb), ligada ? Secretaria do Meio Ambiente do governo paulista, estão avaliando o que pode ter acontecido no Rio Araquá, onde aconteceu uma grande e misteriosa mortandade de peixes, principalmente, os da espécie conhecida como tilápia, criados em viveiros.

Piscicultores de São Manuel notaram que a cerca de três semanas os peixes começaram a morrer sem motivo aparente. Produtores colheram amostras da água e encaminharam para análise. Alegaram que na semana passada uma mancha escura apareceu no rio e mortandade dos peixes aumentou. Só no Rancho Pedro Carolina nas margens do rio Araquá na zona rural, 48 mil quilos tilápias divididas em 24 tanques morreram e na margem do rio vários peixes de diferentes espécies apareceram mortos.

Segundo o senhor Laudelino Bortoloto de 60 anos, tem 30 anos de profissão como pescador profissional afirmou que nunca presenciou uma situação igual a essa, que gerou um prejuízo de aproximadamente R$ 270 mil. O resultado da qualidade água do rio deverá sair em 30 dias.