Médico que enfaixou perna com calça é afastado em Bariri

Santa Casa Bariri(1)O médico da Santa Casa de Bariri, região de Bauru, responsável por atender a idosa de 70 anos que ficou dois dias com uma faixa na perna, sobre a calça e o tênis, foi afastado temporariamente de suas atividades. De acordo com o hospital, ele também terá sua conduta avaliada pelo Conselho de Ética Médica da entidade. Maria Ivone Rodrigues Leme machucou o joelho após cair da cama durante a madrugada, quando tentava se levantar para ir ao banheiro. A mulher alega que procurou atendimento na Santa Casa, mas as dores continuaram.

Na terça-feira (23), segundo a idosa, ela voltou ao hospital e o médico que a atendeu determinou que fosse colocada uma tala em sua perna e, em seguida, que ela fosse enfaixada. Ele também pediu que ela retornasse à Santa Casa no dia 25 para avaliação de especialista. O problema é que a tala e a faixa foram colocadas sobre a calça que Maria Ivone vestia durante a consulta e sobre o tênis que ela calçava. Além de dores no pé por não poder tirar o calçado nem para dormir, ela reclamou que, durante dois dias, não conseguiu tomar banho.

Na quinta-feira (25) de manhã, a idosa voltou ao hospital e a faixa foi retirada para a colocação de uma nova, desta vez encobrindo apenas a perna dela. Uma nova avaliação médica foi agendada para a próxima terça-feira (30). Em nota enviada sexta-feira (26), além de comunicar o afastamento temporário do médico que prestou o atendimento a Maria Ivone e o envio do caso ao seu Conselho de Ética Médica, a administração da Santa Casa informou que prestou todo atendimento necessário à paciente.

(Fonte: JCNet)