Lavrador é assassinado em sítio a golpes de enxadão

O delegado Francisco José Zalla Catojo, esta comandando um trabalho investigativo que objetiva esclarecer a um caso de homicídio doloso, com requintes de crueldade, ocorrido neste final de semana no Sítio Brasílio, no Bairro Pantojo, Município de Laranjal Paulista.

Os policiais militares cabo Daniel e soldado Sander foram acionados para comparecer no local onde o lavrador Geilson Silva Amaral de Brito, de 35 anos de idade, havia sido assassinado, tendo como o principal suspeito um elemento identificado apenas por “Neguinho”, que é vizinho do sítio onde o crime aconteceu e está sendo procurado.

Conta uma testemunha que mora no sítio, que presenciou uma discussão entre Neguinho e Geilson Brito, mas optou por não interferir e foi para sua casa. Quando retornou encontrou Brito caído, com cortes na boca e na cabeça, possivelmente, desferida por uma ferramenta conhecida por enxadão, que foi localizada próximo ao corpo. A vítima também estava com a perna esquerda quebrada.

Catojo compareceu ao local do crime ao lado da Polícia Técnica e Científica e toda a rede policial da região está empenhada em descobrir o paradeiro de Neguinho, que é apontado como o principal suspeito de ter cometido o crime e a última pessoa com quem Geilson foi visto com vida.