Homem viola tumulo do pai para retirar o crânio

A equipe Delta da Polícia Militar (PM) de São Manuel, cabo Leonardo e soldados Marques,Vernine, Silveira e Júnior, foram surpreendidos com uma ocorrência que não é comum no interior. Trata-se de crime de vilipêndio a cadáver e violação de sepultura. Para este tipo de delito o Código Penal Brasileiro (CPB) prevê uma pena de 1 a 3 anos de detenção.

O acusado é um cidadão chamado Everton Luiz Lopes, de 22 anos, conhecido por “Piu-Piu” que foi ao cemitério de São Manuel e violou o tumulo do seu pai, José Luis Lopes, falecido em 2006, apanhou seu crânio e levou embora. Posteriormente, foi para a sua casa e começou exibir o crânio para familiares e amigos.

Policiais militares foram acionados através de denúncia anônima nesta quinta-feira (25) por volta das 19 horas e ao chegarem ao local na Rua Três de Maio, no Bairro no Caneplle, localizaram o acusado, que confessou que havia violado a sepultura do pai e arrancado o crânio.

O autor ainda informou que havia escondido o crânio em um bueiro entre as ruas Três de Maio e Coronel Emiliano. A PM apanhou o crânio e Lopes foi conduzido ? delegacia, onde declarou, que “estava com saudades do pai e resolveu retirar o crânio e levar com ele”. Como não foi caracterizado o flagrante foi liberado.