Homem é assassinado em chácara com tiro de espingarda

O lavrador Raimundo Alves da Gama Filho, de 33 anos de idade foi assassinado com um tiro disparado contra sua cabeça por uma espingarda cartucheira, provavelmente, calibre .28, na Chácara São Bernardo, zona rural da Cidade de Itatinga. No local estiveram os policiais militares Sinvaldo, Bunder, Almeida e Rigo que foram comunicados do crime por uma mulher chamada Santina.

Esta mulher conta que foi colher verduras nessa chácara que havia arrendado e encontrou a casa toda revirada, mas não encontrou seu marido que teria vindo para a chácara um dia antes e pernoitado no local.

Ela passou procurar pelo marido, que se chama Adão, e para sua surpresa localizou o corpo de um homem desconhecido todo ensangüentado em uma plantação de bananas coberto de folhas e acionou a polícia. Entretanto, não localizou seu marido.

Além dos policiais militares, esteve no local o delegado Celso Taira (foto) e a PolíciaTécnica Científica com o perito Osvaldo e o fotógrafo Fernando, sendo constatado que o homem havia sido assassinado com tiro de espingarda cartucheira e havia perfurações de chumbo espalhadas por várias partes do corpo e lesões na região da cabeça da vítima.

O que chamou a atenção da polícia foi o fato do proprietário dessa chácara arrendada ter desaparecido e, por isso, está constando como o principal suspeito de ter cometido o crime. A espingarda também não foi localizada e a mulher não soube precisar se Adão mantinha uma arma guardada na casa.