Homem é assassinado em Bofete a golpes de canivete

Discussão gerada na madrugada de domingo, por volta das 4 horas, em uma festa numa chácara na zona rural de Bofete, local conhecido como Bar da Nilzinha, na Rodovia Camilo Príncipe de Moraes, terminou com o assassinato de Valdelir Rezende Simões, de 30 anos de idade.

Descreve o Boletim de Ocorrência (BO) que Valdelir se desentendeu com os irmãos Rafael Pereira Martins, de 32 anos e Marcelo Pereira Martins Rafael , de 30 anos e acabou sendo ferido com um golpe de canivete aplicado em sua axila esquerda. Socorrido por populares a vítima foi levada ao Pronto Socorro (PS) da Cidade, mas não resistiu aos ferimentos e veio a falecer horas depois.

Após consumar o crime os dois irmãos fugiram em um veículo Fiat Brava, cor Azul, com Placas de São Paulo, mas acabaram presos em flagrante pela Polícia Militar com o cabo Escorsi e soldados Clayton e De Lima na residência onde moram, logo após ser anunciada a morte de Valdelir quando o caso ainda estava sendo tratado como homicídio tentado. No interior do Fiat havia marcas de sangue.

Logo de imediato confessaram a autoria do crime e disseram que este ocorreu devido a uma briga, indicaram também o local onde uma testemunha de nome Irisvan residia, pois, após cometerem o homicídio foram para o local limpar o canivete e ingerir bebida. A arma do crime, um canivete com lâmina de 11 cm, com desenho de fuzil foi aprendida. Estava em uma mesa onde havia garrafa e caneca sujas de sangue.

Conduzidos ao Plantão Policial os indiciados prestaram depoimento ao delegado Lourenço Talamonte Neto, antes de serem recolhidos ? Cadeia Pública de Itatinga e deverão, futuramente, serem submetidos ao clivo de um júri popular.