Garota de 18 anos é estuprada após sair da escola

A equipe do delegado Paulo Buchignani (foto), que atende o Município de Itatinga registrar a uma denúncia de estupro que teria ocorrido ao final da Rua Arthur Bronzato Sobrinho, zona periférica da Cidade e atendido pelos policiais militares cabo Nazareth e soldado Inoue, tendo como vítima uma garota de 18 anos de idade.

Acionado via Comando Operacional da Polícia Militar (Copom) para comparecer no local do fato os policiais fizeram contato com a vítima que veio a relatar que por volta das 22 horas desta quinta-feira (14), saía da escola com destino a sua residência e durante o trajeto percebeu que um homem desconhecido começou a segui-la.

O homem apressou o passo e agarrou a garota pelo pescoço, dando-lhe uma gravata e a ameaçando de morte ordenou que ficasse quieta e o seguisse ao final da rua, onde não existe iluminação pública em uma estrada de terra. Ele, então, teria obrigado a garota a pular a cerca de arame farpado em uma plantação de trigo e ali sobre ameaça de morte a estuprou. Após a vítima ser deixada pelo marginal esta prosseguiu até sua residência e relatou o caso aos familiares que acionaram a Polícia Militar.

Pelo local onde ocorreu o crime foi localizado um pé de chinelo, um isqueiro e R$ 1,50 em moedas que o agressor deixou para trás. Após passar pelo Pronto Socorro (PS) da Cidade, ela foi encaminha até o Hospital das Clínicas de Botucatu para procedimentos hospitalares. As características físicas do agressor está nas mãos da polícia que está trabalhando para identificá-lo e prendê-lo.