Chuva com vento provoca estragos em Bauru e região

Fotos: Samantha Ciuffa

Estragos da chuva e vento do dia 15/08/2016.A estiagem que durou um mês em Bauru foi interrompida, nessa segunda-feira (15), por chuva acompanhada de ventos fortes. O vendaval, que chegou a atingir cerca de 75 quilômetros por hora, derrubou árvores, uma placa publicitária e até trailers que comercializam lanches. Apesar dos estragos, que incluiu um veículo destruído, ninguém se feriu. Em Agudos, também houve grandes prejuízos.

O volume de precipitação em Bauru, contudo, foi baixo: 1,3 milímetro, segundo medição do Centro de Meteorologia de Bauru (IPMet) até as 22h dessa segunda, o que não foi suficiente para provocar grandes alagamentos, inundar residências ou deixar carros e pessoas ilhadas.

Estragos da chuva e vento do dia 15/08/2016. Outdoor caído no trevo James Russel, no Geisel.
Outdoor caído no trevo James Russel, no Geisel.

A chuva teve início por volta das 14h30 e provocou uma mudança brusca de temperatura. No intervalo de apenas uma hora, os termômetros despencaram de 31 graus para 21 graus, no início da tarde.

As rajadas de vento mais intensas, que chegaram a 75 quilômetros por hora, de acordo com cálculos da Defesa Civil, foram registradas neste período. O impacto mais impressionante foi registrado na avenida José Henrique Ferraz, no Jardim Terra Branca, onde três trailers que comercializam lanches na Praça Gastão Vidigal (Praça da Hípica) foram derrubados.

Um deles foi arrastado para o meio da rua e, devido ao risco para os motoristas, o trânsito foi interditado. Um quarto trailer também foi movimentado pelo vento, mas não chegou a tombar. “Como todos os trailers estavam fechados, os equipamentos estavam desligados e não havia risco de os botijões explodirem. No final da tarde, os donos já haviam acionado guinchos para levantar os trailers e o tráfego deveria ser liberado”, pontua o coordenador em exercício da Defesa Civil de Bauru, Josué Gomes de Moraes.

Veículo destruído

Estragos da chuva e vento do dia 15/08/2016. Árvore cai em cima de carro na Rua Francisco do Rego Carranca, quadra 2, no Jd. Vânia Maria
Árvore cai em cima de carro na Rua Francisco do Rego Carranca, quadra 2, no Jd. Vânia Maria

Nas imediações da rotatória da Rodrigues Alves que dá acesso ao Distrito Industrial 1, no Jardim Redentor, um outdoor caiu sobre a calçada, mas sem que ninguém ficasse ferido. No Vânia Maria, uma árvore caiu sobre um Honda City, com placas de Bauru, que estava estacionado na rua Francisco do Rego Carranca. O veículo ficou completamente destruído, mas, por sorte, não havia ninguém dentro.

O corte e retirada da árvore foram providenciados pelo Corpo de Bombeiros, que também atendeu a uma ocorrência na Vila Dutra. Durante a ventania, uma árvore de pequeno porte caiu na quadra 1 da rua João Abdelnur Abrahão, mas sem provocar danos no entorno ou mesmo impedir o trânsito.

Mais chuva

A chuva seguida de ventos fortes é reflexo de frente fria vinda do Oceano Atlântico, que fez com que áreas de instabilidade se formassem sobre a região Sul do País. “Elas acabaram atingindo o Estado de São Paulo também”, pontua a meteorologista do IPMet, Rita Cerqueira Lopes.

A previsão para hoje, segundo ela, é novamente de tempo nublado com possibilidade de chuva. Na quarta, o tempo deve ficar seco, mas, na quinta, volta a chover devido à outra frente fria. As temperaturas ficam amenas, com chance de queda mais acentuada a partir de sexta. A cidade permaneceu sem registros de chuva desde 17 de junho, quando o acumulado registrado pelo IPMet foi de 8,9 milímetros.

Agudos registra vento forte e granizo

Caixa d’água foi arrastada em direção a uma casa e estrutura de comércio desabou; Defesa Civil também atendeu casos de destelhamento

Agudos 4A chuva acompanhada de vento forte que atingiu Agudos (13 quilômetros de Bauru) na tarde dessa segunda-feira (15) derrubou estrutura de um comércio, arrastou caixa d’água em direção a uma residência e destelhou imóveis, incluindo uma creche municipal. Em algumas regiões da cidade, houve queda de granizo. Apesar dos estragos, não há registro de feridos.

Um dos locais mais atingidos pela força do vendaval foi uma loja de utilidades domésticas localizada às margens da rodovia Marechal Rondon (SP-300), na altura do quilômetro 329. De acordo com o coordenador da Defesa Civil, Osmar Donizete Jandreiche, a fachada do comércio não suportou o vento forte e desabou. Por sorte, nenhum funcionário ou cliente foi atingido.

Agudos árvore 1Uma família que mora na avenida Vereador Otacílio Lodeiro, Jardim Europa, também passou por momentos de tensão quando a residência foi atingida por uma caixa d’água. O reservatório da Sabesp seria instalado em residencial vizinho e foi arrastado pelo vento, derrubando cerca de arame e invadindo o quintal da casa. Parte dele ficou sobre o carro que estava na garagem.

Por poucos centímetros, a parede do imóvel não foi atingida. Nesse caso, também não houve vítimas. Porém, segundo Jandreiche, uma edícula teve a estrutura abalada com a queda da cerca. “Eu interditei o imóvel dos fundos, uma edícula onde mora o filho da proprietária, e orientei para que não entre ninguém até amanhã (esta terça-16) para que sejam tomadas as devidas providências”, diz.

Estragos da chuva e vento do dia 15/08/2016. Posto Campineira com estrutura comprometida no km 329 da Rondon
Posto Campineira com estrutura comprometida no km 329 da Rondon

O coordenador da Defesa Civil revela, ainda, que atendeu dois casos de destelhamento – de uma casa e de uma creche municipal, ambos localizados na região do Parque Pampulha. “No caso da creche, já foram tomadas as providências e o reparo já está sendo feito. Não houve prejuízo para os alunos”, explicou.

Prejuízos

Em nota, a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) informou que a queda do reservatório de fibra foi causada pela forte tempestade que atingiu Agudos e confirmou os danos no veículo atingido pela estrutura. “A companhia vai arcar com os prejuízos de sua responsabilidade. O reservatório estava desativado e não há interrupção no abastecimento”, declara.

(Fonte: JCNET)