CDP de Itatinga deve ficar pronto somente em 2015

Junho de 2015. Essa é a previsão de inauguração do Centro de Detenção Provisória (CDP) que irá atender a região de Botucatu e está sendo construído ? s margens da rodovia Marechal Rondon, no km 228, no Distrito do Lobo, Município de Itatinga, com capacidade para abrigar até 700 presos. Hoje a demanda de presos da região de comando da Delegacia Seccional de Botucatu que agrega 11 cidades, seria de 400 presos. De acordo com o contrato firmado com o governo do Estado o valor da obra ultrapassa aos R$ 48 milhões.

Representantes do Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional do Estado de São Paulo (SIFUSPESP) realizaram uma visita ao canteiro de obras do futuro CDP na semana passada constatando que a unidade deverá somente ser entregue ano que vem. Essa foi ? terceira visita que o SIFUSPESP realizou ao local.

“Pela nossa experiência em acompanhar obras desse tipo, a unidade tem previsão para ficar pronta só no próximo ano, entre os meses de maio e junho”, disse um dos representantes do sindicato que estiveram no lugar, Ricardo Mesiano. Desde a visita inicial ao futuro CDP de Itatinga, houve averiguações de atrasos no andamento das obras. A primeira previsão para conclusão da construção era para junho deste ano, mas devido as paralisações a data foi alterada para 2015.

Ainda de acordo com o sindicalista, após a conclusão da terraplanagem a obra ficou cerca de quatro meses sem nenhum tipo de movimentação, mas esse tempo está sendo compensado com o ritmo que as obras ganharam. “Depois que terminaram com a terraplanagem, ficou cerca de quatro meses sem movimentação nenhuma no canteiro de obras e agora nós constatamos que as obras estão a todo vapor”, afirmou, ressaltando que o atraso preocupa muito os representantes do sindicato, devido a superlotação das unidades que atendem a região.