Cadáver de suposto estuprador é encontrado em mata

Nessa quinta feira (18), um trabalhador da Concessionária Rodovias do Tietê que limpava a beira da pista da Rodovia Marechal Rondon no km 280+150 metros, região de São Manuel, veio a encontrar um corpo em adiantada fase de decomposição, pendurado em uma arvore com uma corda no pescoço.

Junto ao corpo a Polícia Civil encontrou um telefone celular e nas vestes havia um documento (RG) em nome de João Batista Máximo da Cruz, de 39 anos, morador de Garça. Segundo cálculos da polícia pelo seu estado cadavérico o corpo estava no local há mais de um mês e está sendo feito o trabalho pericial para saber se o documento, na verdade, pertence mesmo ao homem encontrado morto.

Checando a ficha criminal de João Batista a polícia investigativa de São Manuel acabou descobrindo que ele é apontado como autor de um estupro cometido contra uma adolescente de 14 anos de idade, na cidade de Garça. O caso foi registrado em Boletim de Ocorrência (BO) pelo delegado José Mário Toniato e continua sob investigação.

Foto: Rádio Integração FM