Vereadores sugerem criação de brigada municipal

Foto: Luiz Fernando

 

O problema das queimadas é recorrente em Botucatu e em todo o território nacional durante os longos períodos de estiagem, como o que vivemos na atualidade. É certo que a atuação do Corpo de Bombeiros do Município não é capaz de sozinha, dar conta de todos os focos que surgem. Pensando nisso, os vereadores Izaias Colino (PSDB), Valmir Reis (PPS), Lelo Pagani (PT) e André Rogério Barbosa – Curumim (PSDB) apresentaram um requerimento para a criação de uma brigada municipal de incêndio.

A sugestão da criação de uma equipe municipal capacitada para o combate a incêndios, principalmente o fogo em mata, partiu de munícipes que há poucos dias atrás ajudaram, da maneira como foi possível, no combate a um incêndio na área do Córrego Tijuco Preto, uma das áreas mais afetadas pelo período. Os voluntários eram em sua maioria, membros da ONG Nascentes.

De acordo com números oficiais apresentados pelo Corpo de Bombeiros de Botucatu, apenas no dia 12 de outubro, Botucatu sofreu com 21 focos de incêndio, muitos deles simultaneamente, espalhados por diversos pontos da cidade, o que impossibilita a ação dos militares. Atualmente Botucatu é a cidade com o maior número de incêndios florestais do estado de São Paulo.

Buscando uma solução para esse problema ou para ao menos garantir um aumento na capacidade de combate aos focos de incêndio florestais, o grupo de legisladores encaminha uma solicitação de estudo da viabilidade de se formar em Botucatu, uma brigada de incêndio capaz de auxiliar o Corpo de Bombeiros nesse problema.