Vereadores sugerem a criação do Conselho da Juventude

Foi aprovado um requerimento de autoria dos vereadores Lelo Pagani (PT), André Rogério Barbosa – Curumim (PSDB), Izaias Colino (PSDB) e Carlos Trigo (PT), que solicita ao Poder Executivo a possibilidade de criar o Conselho Municipal da Juventude. Parlamentares apontam que este seria um espaço democrático que serviria para debater os problemas e soluções dos jovens da Cidade na faixa etária compreendida entre 15 e 29 anos.

Lembram os autores da propositura que em 2005 foi criada a Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) e o Conselho Nacional de Juventude (Conjuve) significando o reconhecimento da juventude, pelo Estado brasileiro, como grupo social com interesses e necessidades particulares. O surgimento destas duas instâncias representou um passo importante no sentido da construção de políticas públicas voltadas aos jovens e da abertura de espaços de participação e diálogo entre o poder público e a sociedade civil.

“Desde então, as ações que vêm sendo realizadas pela SNJ e pelo Conjuve, têm incentivado a estruturação de políticas públicas regionais e a implementação de órgãos semelhantes nos estados e municípios”, disse Curumim. “Foi pensando nesses gestores que a SNJ e Conjuve, em parceria com a Unesco, elaboraram um manual. A intenção é disponibilizar orientações básicas para a criação e implementação de conselhos de juventude, subsidiando a elaboração de políticas de participação e controle social da política pública na temática juvenil”, emendou Trigo.

Os vereadores destacam, ainda, que a criação do Conselho da Juventude já foi discutida no Poder Legislativo. “Em Audiência Pública realizada na Câmara Municipal de Botucatu, alusiva ? Campanha da Fraternidade 2013, cujo tema é “Fraternidade e Juventude”, foi encaminhado e deliberado pelos presentes o pedido de criação do Conselho da Juventude”, observou Lelo Pagani. “Essa unidade é um passo enorme para discussão dos problemas relacionados ? juventude de nossa cidade, assim, estamos pedindo as devidas providências para a criação desse conselho ao Poder Executivo”, complementa Izaias Colino.