Vereadores querem criar Conselho de Álcool e Drogas

Foi aprovado, na última sessão da Câmara Municipal, um requerimento assinado por todos os 11 vereadores, que solicita ao Poder Executivo, a possibilidade de formação do Conselho Municipal de Álcool e Drogas (COMAD).

Os vereadores levaram em consideração a explanação do Eronides Conceição Palmeira de Nicola, representante da Associação Filantrópica “Centro de Restauração Novo Caminho” que utilizou a tribuna livre da Câmara Municipal para realizar questionamentos e solicitar a criação do COMAD.

“Os vereadores acreditam que o assunto merece atenção do Poder Executivo uma vez que o álcool e as drogas, infelizmente, tem se tornado um fator constante de desvio de jovens e adultos e que, devido a inúmeros fatores, tem seu consumo aumentado em nossa sociedade”, diz o presidente do legislativo, Ednei Carreira.

Segundo Pesquisa Nacional de Saúde promovida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aumentou o consumo de drogas ilícitas por adolescentes entre 2009 e 2012, principalmente entre as meninas sendo que, em 2012, chegou a 9,9% o número de adolescentes que já experimentaram drogas ilícitas representando aproximadamente 312 mil jovens. Referida pesquisa também apontou que sete entre dez adolescentes já experimentaram bebidas alcoólicas.

Carreira lembra que em Botucatu, existe a Lei Municipal 3.043 de 10 de outubro de 1990 que institui no município o Conselho Municipal de Entorpecentes – COMEN, mas que, até o momento, não foi formado.