Vereador sugere trem para evitar pedágio na Rondon

Buscando uma alternativa tanto para os munícipes de Botucatu que viajam para São Manuel, quanto para os que fazem o caminho inverso, o vereador Luiz Fontes – Fontão (PSDB) apresentou na última sessão ordinária da Câmara Municipal, um requerimento onde solicita esforços dos poderes executivos das duas cidades para a ativação de uma linha de trem do tipo passageiro que ligue as duas cidades.

De acordo com o vereador, a idéia de se reativar um trem de passageiros que transporte munícipes das duas Cidades veio por conta da instalação da praça de pedágio no trajeto existente no quilômetro 261 da Rodovia Marechal Rondon. De acordo com o requerimento, a cobrança prejudica um grande número de pessoas que se deslocam entre os dois municípios por razões trabalhistas, de saúde ou comércio.

Para Fontão, toda estrutura existente facilita a viabilização do projeto. “Nossa cidade ainda possui a linha férrea e suas estações ferroviárias, que são preciosidades históricas. O trem é um meio de transporte alternativo viável e pelo que se sabe, existe a malha ferroviária necessária que liga o Distrito de Rubião Júnior até a cidade de São Manuel, o que facilita todo o processo”, justifica.

Além do transporte, o legislador ainda destaca a funcionalidade turística do mesmo. “Existem diversos comentários de que Botucatu terá um trem turístico por meio de uma parceria entre a Prefeitura e a América Latina Logística e que fará passeios pela região da Cuesta. Podemos aproveitar então para que esse passeio seja incluído no trajeto das duas cidades”, sugeriu.