Vereador comemora acessibilidade em frota

O vereador Carlos Trigo (PT) conseguiu em 2014, comemorar a conquista de uma luta travada pelo mesmo desde quando assumiu o seu primeiro mandato em Botucatu, em 2001, que é a totalidade de ônibus circulares adaptados com elevadores e bancos antes da catraca e próximos do motorista, reservados para deficientes, deficientes visuais, idosos e gestantes. Em conversa com o legislador, as duas empresas que atuam no município confirmaram que 100% de suas frotas estavam adaptadas.

A informação confirma, de acordo com o vereador, o sucesso da Lei 4.433, que tem Carlos Trigo como um dos autores e que trata dos direitos sociais, cidadania, acessibilidade e programas relacionados às pessoas portadoras de deficiência ou com necessidades especiais em Botucatu e apresenta de maneira bem clara em seu 40º artigo, que “os veículos de transporte coletivo, incluídos os ônibus e micro-ônibus deverão cumprir requisitos de acessibilidade de pessoa portadora de deficiência ou com necessidades especiais”.

Vereador lembra que pensar nisso no início da década passada era muito complicado. “Quando me tornei vereador em Botucatu, em 2001, nenhum ônibus do transporte coletivo da cidade era adaptado. Não possuíamos elevadores para deficientes físicos e não havia nenhuma preocupação neste sentido. A acessibilidade só passou a ser tratada como merecia em 2003, quando criamos a Lei 4.433. Na oportunidade, discutimos muito todas as questões envolvendo o tema e felizmente conseguimos evoluir”, comentou.

Trigo afirma ainda que a inclusão sempre foi a melhor alternativa para os deficientes. “Na época as pessoas diziam que era impossível pensarmos nesses elevadores que hoje estão em toda frota. Queriam colocar um van com horário agendado para transportar os deficientes, mas eu sempre bati na tecla de que o transporte é que deveria ser adaptado para as pessoas e não as pessoas para ele”,  ressaltou. “Hoje sei que valeu a pena. Claro que toda máquina está sujeita a falhas, mas termos conhecimento de que toda frota hoje é adaptada, ainda mais no mês de dezembro, em que é comemorado o Dia do Deficiente (03) e o Dia do Deficiente Visual (13), é uma conquista imensa para toda cidade”, concluiu o legislador

Vale lembrar que as pessoas com deficiência têm direito à gratuidade na passagem de ônibus. Basta procurar a Secretaria Municipal de Saúde (Rua Major Matheus, nº 7 – Vila dos Lavradores), onde será exigido o preenchimento de um formulário médico e agendada perícia.