Vereador cobra a construção de novo IML para Botucatu

As tratativas para que Botucatu seja contemplada com a construção de um novo prédio capaz de abrigar tanto o Instituto de Criminalística (IC) quanto o Instituto Médico Legal (IML) faz parte de uma propositura  assinado pelos vereadores Lelo Pagani (PT) e André Rogério Barbosa – Curumim (PSDB).

O documento foi encaminhado ao deputado estadual, Fernando Cury e pede para que o legislador atue em benefício de Botucatu e de outras 12 cidades que aguardam pelos investimentos na construção dos dois prédios, totalizando uma população de quase 300 mil habitantes.  A solicitação é para se evidencie esforços no sentido de inserir a cidade no Orçamento do Estado.

Lelo Pagani afirma que o terreno que abrigará os prédios já foi doado pelo Município, conforme determinava o Decreto Estadual 56.829, publicado oficialmente em março de 2012. Ainda consta no documento que a superintendente da Polícia Técnica – Científica de São Paulo, Norme Sueli Bonaccorso afirmou que Botucatu está no Plano Plurianual de 2012 a 2015 para construção do referido prédio.

A preocupação do legislador, é quanto a demora na construção desses centros. “É nosso papel buscar melhores condições de trabalhos para todos os profissionais que atuam em nossa cidade e a manutenção dos relevantes serviços prestados tanto pelo IC quanto pelo IML, sobretudo no tocante à obtenção de provas técnicas imprescindíveis à orientação das investigações policiais e na instrução de processos judiciais”, justifica Pagani. “São muitos anos aguardando e precisamos evoluir nessa questão de uma maneira ou outra”, completa o vereador.