Valmir Reis sugere bolsão para descarte de entulhos

O descarte de entulhos e lixo em lugares irregulares sempre foi um problema crônico de Botucatu. Pensando em buscar solução para isso, o vereador Valmir Reis (PPS), apresentou requerimento onde solicita a criação de um bolsão municipal para o descarte de materiais inservíveis e entulho. O pedido foi aprovado pelos demais legisladores.

De acordo com o documento encaminhado pelo legislador ao prefeito João Cury Neto, a intenção é que o Município construa bolsões em determinadas regiões da cidade, para o descarte dos materiais inutilizáveis, que hoje são descartados de maneira irregular em áreas verdes e estradas rurais da cidade. A solicitação inicial é para que o setor Leste seja contemplado com a primeira unidade do “Ecoponto”.

Para Valmir, existe uma justificativa bastante convincente para o pedido. “O setor Leste é provavelmente o que possui a maior parte das estradas rurais do município, além das áreas verdes, com natureza ainda intocada”, diz. “Infelizmente, são esses os lugares preferidos para o descarte desse material, o que prejudica tanto o meio ambiente, quanto o município, que tem seu ponto forte prejudicado por conta do lixo”, explica o vereador.

Outro ponto destacado pelo legislador está relacionado ao lado financeiro. “Nós sabemos que pra uma pessoa com baixa renda, é muito mais fácil jogar o entulho no mato do que pagar uma caçamba”, pondera. “Com o bolsão municipal, certamente todos utilizariam o local para o descarte, deixando de poluir o meio ambiente e depois de um tempo, a Prefeitura poderia realizar o transporte desse material dando seu destino correto”, concluiu Reis.