TV Câmara entra no ar nos primeiros meses de 2016

O canal de Botucatu integrará a Rede Legislativa de TV Digital, compartilhando através do Canal 61, programação da TV Senado, TV Câmara dos Deputados e TV da Assembleia Legislativa Estadual

 

“Já está tudo pronto Cumprimos todos os trâmites legais e administrativos, concurso para contratação de profissionais, assim como os equipamentos necessários a nossa TV Câmara Canal 61 deve entrar no ar nos primeiros meses de 2016”. Foi o comentário do presidente da Câmara Municipal de Botucatu, André Rogério Barbosa – Curumim (PSDB), na manhã desta terça-feira,  sobre a instalação da TV Câmara para transmissões ao vivo das sessões legislativas.

Segundo o presidente as respectivas despesas foram consignadas em orçamento, sem comprometer os limites de gastos do Poder Legislativo, que hoje representa menos de 1/3 do limite previsto na Constituição. “O investimento para a implantação da TV Câmara foi previsto nas peças orçamentárias, cuja aprovação, que se deu por unanimidade, foi precedida de audiências públicas e as despesas poderão ser consultadas pela internet no portal da transparência: http://www.camarabotucatu.sp.gov.br/portal/transparencia.asp.”, explica.  

Curumim realça que o objetivo da implantação da TV Câmara é oferecer à população uma alternativa de aproximação com o Poder Legislativo, não só municipal como federal e estadual. “Por meio de um canal aberto digital qualquer munícipe poderá acompanhar as sessões da Câmara Municipal, audiências públicas, reuniões públicas, etc. Além disso, poderão ser estabelecidas parcerias visando a divulgação de questões de interesse público”, disse.

Cumpre esclarecer ainda, continua Curumim, que a TV Câmara de Botucatu integrará a Rede Legislativa de TV Digital, compartilhando através do Canal 61, programação da TV Senado, TV Câmara dos Deputados e TV da Assembleia Legislativa Estadual. “A rede atualmente está no ar em importantes centros como Bauru, Jaú, Assis, Piracicaba, Campinas, e vem sendo implantada em outras cidades como Araraquara, Franca, Itu, Jundiaí, Ourinhos, Presidente Prudente, Santos, São Carlos, Sorocaba, Limeira, São José do Rio Preto. Além disso, outros 400 municípios iniciaram processo de implantação, segundo o Ministério das Comunicações”.