Tráfico humano é debatido na Câmara Municipal

Tráfico de Seres Humanos. Esse é o tema da Campanha da Fraternidade de 2014, organizada pela Igreja Católica através da CNBB (Conferência dos Bispos do Brasil).
Anualmente, a Câmara Municipal realiza reuniões públicas para debater temas da CF e, na noite desta terça-feira, dia 25, mais um evento foi realizado atendendo ao requerimento de autoria do vereador Lelo Pagani e aprovado por todos os vereadores que julgaram ser importante debater o tema da Campanha “Fraternidade e Tráfico Humano” com a população.

O objetivo geral da Campanha da Fraternidade de 2014 é identificar as práticas de tráfico humano em suas várias formas e denunciá-las como violação da dignidade e da liberdade humanas, mobilizando cristãos e pessoas de boa vontade para erradicar este mal com vista ao resgate da vida dos filhos e filhas de Deus sendo, ainda, que a escolha do tema surgiu com a proposta dos Grupos de Trabalhos de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas e de Combate ao Trabalho Escravo, junto ? Conferência dos Bispos do Brasil (CNBB) e a entidades ligadas ? Pastoral da Mobilidade Humana.

A mesa principal de debates foi formada pelos vereadores Ednei Carreira (presidente da Câmara Municipal), Lelo Pagani (PT), primeiro signatário da propositura que deu origem ao evento, pelo Arcebispo de Botucatu, Dom Maurício Grotto de Camargo, pelo Secretário Municipal de Administração, Luiz Augusto Felippe, pelo Coordenador da Campanha da Fraternidade da Arquidiocese de Botucatu, Jairo do Amaral e pela Pesquisadora da PUC de São Paulo, doutora Tânia Teixeira Laky de Souza, palestrante especialmente convidada para destacada reunião.

Participaram, ainda, da reunião pública, os vereadores Rose Ielo (PT), Luiz Fontes – Fontão (PSDB), André Rogério Barbosa – Curumim (PSDB) e João Elias (SDD). O presidente do Legislativo deu início aos trabalhos e logo passou o comando do evento ao vereador Lelo Pagani que agradeceu ao público presente e passou a palavra ao Arcebispo de Botucatu para sua saudação inicial. Dom Maurício realizou uma introdução aos propósitos, objetivos e importância da Campanha da Fraternidade destacando a forma como os temas das Campanhas são escolhidos e como são tratados para que sejam debatidos com o público cristão.

Logo após a fala do Arcebispo, teve início a palestra da doutora Tânia Teixeira Laky de Souza que fez uma apresentação audiovisual e demonstrou a todos os presentes dados e estatísticas alarmantes do Tráfico Humano existente no Brasil e no mundo envolvendo tráfico para trabalho escravo, tráfico de pessoas para fins sexuais, tráfico de órgãos e tráfico de crianças para adoção ilegal, entre outras modalidades que integram um tipo de crime que, segundo a pesquisadora, é silencioso, porém tem se desenvolvido bastante em nosso país.

Tânia Teixeira expôs, ainda, depoimentos de pessoas que acabaram sendo vítimas do tráfico humano que integram seu livro “Tráfico Internacional de Mulheres: Nova face de uma velha escravidão” que serviu como apoio para a confecção do texto-base da Campanha da Fraternidade, além também de ter sido utilizado por Glória Perez na novela “Salve Jorge” da TV Globo.

Vereadores e público presente formado por autoridades, universitários, representantes de paróquias e associações e membros da sociedade civil, participaram com perguntas e opiniões e o evento foi considerado extremamente positivo. O Tema da Campanha da Fraternidade do próximo ano será “Fraternidade e Sociedade”.