Terraplanagem do Fórum termina em 10 dias

“Acredito que em dez dias, poderemos entregar a nossa parte que é concluir a terraplanagem do terreno”. Foi o que disse o engenheiro da empresa Semam, Adilson Toschi, sobre a conclusão dos trabalhos no terreno onde será construído o Fórum de Botucatu. A Semam é uma empresa de Barra Bonita foi contratada pela prefeitura para realizar a terraplanagem no terreno que fica no Jardim Riviera.

Segundo ele, 12 máquinas pesadas estão trabalhando o dia inteiro no local para que a terraplanagem seja concluída e ele possa entregar o terreno ? Construtora Resiplan que venceu a licitação e deverá disponibilizar cerca de 250 trabalhadores para realizar a construção.

“Espero que não chova forte nos próximos dias, para não haver mais nenhum tipo de atraso. Acredito que serão tirados daqui cerca de três mil caminhões de terra. Como o terreno não era nivelado foi necessário tirar terra de um local, passar para outro e compactar” explicou o engenheiro.

Está cada vez mais próximo da realidade a cidade de Botucatu contar com um novo Fórum. Depois de mais de uma década de indefinição, o novo Fórum de Botucatu, finalmente, vai se tornar realidade. Para o prefeito João Cury Neto, a construção do Fórum virá suprir uma necessidade da população da cidade, já que hoje (o Fórum) está dividido em diferentes imóveis na região central da cidade, trabalhando de maneira precária.

“Quando nós falamos, no início do ano passado, que havíamos conseguido a verba necessária para a construção do Fórum, muita gente duvidou. Agora o novo Fórum terá sua construção iniciada este ano e poderá entrar em funcionamento já em 2011. É isso que esperamos”, comentou Cury, que adianta que o investimento do governo do Estado foi de mais de R$ 15 milhões. “Com o funcionamento do novo Fórum, a cidade estará colocando ponto final em um problema que se arrasta há vários anos”, acrescenta.

O novo prédio do Fórum terá espaço suficiente para alojar até sete varas (entre cível e criminal), com os respectivos cartórios e promotorias públicas, salas de advogados, JPC – Juizado de Pequenas Causas, restaurante, entre outras coisas. O projeto do governo do Estado é padrão e irá atender plenamente as necessidades do município. “Essa, é mais uma conquista da população de Botucatu”, frisa o prefeito.

Vale lembrar que o antigo Fórum que funcionava na Avenida Santana, foi interditado no início do ano 2000 por determinação do diretor da época, Luis Otávio Duarte Camacho, sob alegação de que o prédio não oferecia segurança e corria o risco de desabar. Por causa disso, as varas foram desmembradas e passaram a funcionar em locais diferentes. Isso vem causando sérios transtornos ? população e aos funcionários forenses.

Fotos: Fernando Ribeiro