Secretário do Emprego se encontra com prefeitos em Botucatu

No próximo dia 9 de abril o secretário de Estado do Emprego e Relações de Trabalho, Carlos Andreu Ortiz (foto), e seus assessores diretos, estará em Botucatu, onde se reunirá com os prefeitos da região e outras cidades do interior paulista para um ciclo de atividades para capacitação dos membros das comissões municipais de emprego. O evento acontece no horário compreendido entre 8h30 ? s 16 horas, no Salão de Teleconferência da Secretaria Municipal de Educação (antigo Seminário), na Praça Bispo Dom Luiz Maria de Santana, região central da Cidade.

Também estarão nesse evento, autoridades municipais como o prefeito João Cury Neto, vereadores, associações comerciais, entidades patronais e de trabalhadores e demais instituições que atuam nos municípios, com foco em trabalho e renda.

Entre os oradores estarão técnicos do Centro de Estudos e Pesquisas de Administração Municipal (Cepam), fundação do governo do estado de São Paulo, vinculada ? Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Regional, que apóia os municípios no aprimoramento da gestão e no desenvolvimento de políticas públicas e orienta as prefeituras e câmaras, por meio de assessoria técnica e pareceres jurídicos.

Também o Cepam produz conhecimento e oferece cursos de qualificação profissional e aperfeiçoamento aos servidores públicos e agentes políticos. Promove a troca de informações sobre experiências bem-sucedidas de gestão municipal e é parceiro de diversas secretarias de Estado na discussão e implementação de suas políticas nos municípios.

Ortiz enfoca possui grandes desafios, sendo um dos principais, a crescente busca por uma oportunidade de emprego. Segundo ele isso acontece por falta de qualificação de mão de obra que sempre foi e ainda é deficitária no que tange a necessidade do mercado, havendo um descompasso entre o que é necessário e o que é ministrado pelas políticas públicas.

“A lacuna sempre existirá, mas pode ser diminuída a partir de planejamento com um maior diálogo entre os demandantes da necessidade e gestores de políticas públicas de emprego em todos os níveis. A questão salarial é outra grande discussão”, frisa Ortiz que já ocupou, dentre outros cargos, as presidências do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) e do Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos da Força Sindical – Estadual São Paulo.